O intuito da operação é desenvolver um projeto especial de segurança e reforçar o policiamento, para evitar crimes contra o turista que visita a cidade. 

Este é o terceiro de vinte navios previstos para temporada de cruzeiros turísticos 2018/2019, que vão atracar na cidade e aproximadamente 3.681 turistas, já conheceram os principais pontos turísticos, que se localizam na área de responsabilidade da Unidade.





 A atividade vem obtendo êxito em suas ações, pois não foi registrado crimes contra os turistas, em três anos de atuação.

Para melhorar ainda mais o serviço prestado, o comandante da Companhia irá disponibilizar a partir da próxima semana, o atendimento bilíngue para os turistas, facilitando a comunicação, visando orientar e fornecer informações, tendo assim, mais um ponto de segurança. 

Para o Maj PM Robson Farias, comandante da CIPM a presença da PM é fator imprescindível para que o turista se sinta mais seguro.“A cidade é um destino turístico bastante requisitado por turistas de diversas nacionalidades e para que eles voltem a nos visitar é imprescindível que esses grupos sejam bem recebidos, e se sintam em segurança. Nossa tropa está devidamente qualificada para atender aos turistas e também a toda sociedade ilheense, realizando o policiamento comunitário”. Disse ele.

Turistas perdidas – Duas turistas cariocas se perderam do grupo do cruzeiro, na manhã de hoje (06), quando visitavam o centro da cidade.

Os policiais que davam apoio ao turista perceberam o desespero das mulheres e prontamente foi atendê-las.

Após averiguar a situação, e tranquilizar as moças, entraram em contato com prepostos da prefeitura, para leva-las de volta ao navio.

As turistas agradeceram o apoio prestado pelos policiais.