Divulgação

Dois espetáculos da trilogia da guerra inspirados na obra de Bertolt Brecht, “Uma certa mãe coragem” e “Os fuzis da senhora Carrar” estarão em cartaz neste final de semana, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, situada à avenida Soares Lopes. Nesta sexta-feira (7), o público terá a oportunidade de assistir “Uma certa mãe coragem”, às 19 horas e no sábado (8), também às 19 horas, a peça teatral “Os fuzis da senhora Carrar”. O ingresso custa R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia), com desconto especial para quem adquirir o passaporte no valor de R$ 50,00 e R$ 25,00. Informações adicionais podem ser obtidas no site www.teatropopulardeilheus.com.br.

“Uma certa mãe Coragem” é a segunda parte da trilogia da guerra que traz um relato sobre a guerra dos 30 Anos, ocorrida entre 1618 e 1648, na Europa dividida entre católicos e protestantes. Mãe Coragem acompanha a guerra com sua carroça, vendendo de tudo. A montagem homenageia mãe Ilza Mukalê, uma mãe coragem que como a personagem fictícia teve que criar seus filhos sozinha. O cenário, figurinos e adereços foram criados por Shicó, do Mamulengo, texto de Paulo Atto, direção musical de Antonio Melo e direção teatral de Romualdo Lisboa.

Já o espetáculo “Os fuzis da senhora Carrar” é a primeira parte da trilogia da guerra, do Teatro Popular de Ilhéus, que está de volta combinando música e projeções audiovisuais. Escrita em 1937 por Bertolt Brecht, a peça provoca o público a pensar sobre a estupidez de qualquer guerra, a desumanização e a impotência a que são submetidas a sociedade, e o Teatro Popular de Ilhéus faz uma relação com as guerras urbanas que são vividas diariamente. Dirigido por Romualdo Lisboa, o espetáculo narra a história de Teresa Carrar, uma viúva que tenta manter a integridade dos filhos em meio à guerra civil espanhola (1936-1939).