FOTO: SECOM PMI

Os alunos do projeto Jovem Social de Ilhéus realizaram uma feira de exposição com sabonetes produzidos artesanalmente durante o módulo do curso, na terça-feira (4), em frente ao Teatro Municipal, e também participaram de um concurso de fotografia. A turma é composta por 60 alunos assistidos pelo Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) Medidas, da Rede de Acolhimento e do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

O Projeto Jovem Social tem como objetivo proporcionar aos participantes conhecimento técnico para incentivar o ingresso no mercado de trabalho, de forma autônoma, rentável e segura.  Esteve presente na exposição, a promotora do Ministério Público, Maria Amélia, a gestora da média complexidade da Secretaria e Desenvolvimento Social (SDS), Iraildes Belmonte e a coordenadora do Creas/Medidas, Mara Borges.

O segundo semestre do projeto foi dividido em seis módulos, com aulas de acompanhamento psicossocial, social, curso eletrônico, informática básica e saber virtual, cabelereiro (escova e corte masculino), iniciação à fotografia, produção artesanal de sabonetes e programa nacional de resistência às drogas.

O curso é em nível profissionalizante, com direito a certificado, realizado por meio de parceria entre a Prefeitura de Ilhéus, através da SDS, Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia, Ministério Público do Estado, Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) e apoio da Associação Padre Paulo Tonucci, responsável pela realização do curso.