FOTO: SECOM PMI

Implantando no mês de outubro de 2017, o programa Primeira Infância no Suas – Criança Feliz – completou um ano de trabalho e melhorias para as crianças e famílias em situação de vulnerabilidade social no município de Ilhéus.

Durante esse período, foram acompanhadas cerca de 800 famílias, dentre gestantes e crianças de zero a três anos do programa Bolsa Família (PBF) e de zero a seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), nos territórios de abrangência dos Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Norte, Sul e Vilela.

Para a dona de casa, Naiara Santos Silva, o acompanhamento do Primeira Infância no Suas ajuda na interação entre as crianças e as famílias. “Estou achando o programa muito importante, a gente troca ideias com os visitadores, eles sempre me orientam. Meus filhos gostam muito, sempre tem uma brincadeira diferente que estimulam meus filhos. Conheço outras mães que participam e elas gostam também do programa”, relata.

Atualmente permanecem no programa cerca de 400 famílias.  Ilhéus pactuou 500 famílias para atendimento.  De acordo com a coordenadora do programa, Alana Messias, a rotatividade nos cadastros se dá devido ao alcance da idade limite para ser acompanhada e mudanças de endereço. Quem desejar participar do Criança Feliz, deve procurar o Cras mais próximo da sua residência.

Os supervisores do programa, Cláudio Correia, Andressa Pandini e Carla Moreira explicaram ainda que o programa consiste em visitas domiciliares às quais compreendem ações planejadas e sistemáticas, com metodologia específica, conforme orientações técnicas, para atenção e apoio à família, fortalecimento de vínculos e o estímulo ao desenvolvimento infantil, priorizando o público prioritário do programa.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Rubenilton Silva, o programa é uma conquista da população em situação de vulnerabilidade social. “E o comprometimento da equipe  em colocar  em prática com êxito as propostas do programa  para as crianças e as famílias garante uma melhor qualidade de vida”, salienta.

O Decreto nº 8.869, de 05 de outubro de 2016 lançou o Programa Criança Feliz no Brasil, de caráter intersetorial, com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida.

O objetivo do Primeira Infância no Suas é acompanhar as gestantes e as crianças de zero a três anos cadastradas no Bolsa Família, e crianças de zero a seis anos, que recebem o benefício de prestação continuada (BPC) de baixo poder aquisitivo, logo nos primeiros anos de vida.

A equipe de visitadores e supervisores realiza visitas semanais, que contribuem para o crescimento e desenvolvimento das crianças, para a redução da violência, a diminuição da evasão escolar e a garantia de seus direitos, dando mais oportunidades de terem um futuro melhor.