Inauguração no Bairro Hernani Sá. FOTO: SECOM PMI

Com a proposta de descentralizar os serviços direcionados aos microempreendedores individuais, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, inaugurou o Balcão do Empreendedor na Central de Abastecimento do Hernani Sá, zona sul da cidade, no sábado (27), em parceria com o Sebrae. O serviço funcionará no box ao lado da Guarda Municipal e da Associação dos Comerciantes e Feirantes local, com atendimento das 8 às 12 horas.

O ato de inauguração contou com a presença dos secretários municipais de Indústria e Comércio, Paulo Sérgio Santos; Saúde, Geraldo Magela e de Serviços Urbanos, Hermano Fahning. Presentes também o vereador Jerbson Moraes e a presidente da Associação dos Comerciantes e Feirantes do Hernani Sá (ASCOFECAHESA), Maria Lima, entre outros.

O prefeito percorreu a Central de Abastecimento, equipamento que serve de entreposto para a comunidade da zona sul, acompanhado por feirantes e por Maria Lima. Ouviu apelos dos feirantes e interagiu com alunos e transeuntes. Após a inauguração, visitou as obras de requalificação e manutenção na Avenida Soares Lopes e seguiu para o Mutirão Outubro Rosa, no Hospital São José.

Acesso a créditos – A proposta, segundo o prefeito, é trabalhar pela requalificação dos profissionais da Central de Abastecimento e de todos os comerciantes do entorno, da zona sul até Olivença. “O objetivo é profissionalizar e dar crédito ao microempreendedor, fazer com que se requalifique e se cadastre como MEI, que tenham acesso ao crédito e possam recuperar seus imóveis e investimentos, vender mais, gerar renda e emprego para nossa cidade. Ganha o comércio e fortalece o desenvolvimento da cidade”, acrescentou.

A presidente da ASCOFECAHESA salientou que a entidade tem um papel importante na Central de Abastecimento. “Com isso, podemos reunir os proprietários de boxes e feirantes, para que conheçam o que é ser um microempreendedor e sua importância. Para mim e para todos daqui, o novo espaço será de grande valia”.

O secretário Paulo Sérgio Santos afirmou que a Sala do Empreendedor tem uma total abrangência para a cidade. “No entanto, a zona sul, que é composta por várias áreas comerciais como a Urbis, Nelson Costa, Nossa Senhora da Vitória, e até Olivença, é uma região que tem muitos micros negócios, do ambulante ao pedreiro. Todo esse pessoal pode, a partir de agora, se profissionalizar, ter um CNPJ e com isso garantir acesso aos créditos, contribuir com o INSS e ter condições de se aposentar e receber os benefícios do INSS”, explicou o secretário.