WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pm ilheus Neste site
outubro 2018
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



NOVA PESQUISA DATAFOLHA APONTA APROXIMAÇÃO DE HADDAD, DIFERENÇA PARA BOLSONARO CAI PARA 6 PONTOS

Haddad aponta crescimento nas pesquisas e aposta em virada no segundo turno.

O Datafolha foi as ruas e entrevistou 9.173 eleitores em 341 cidades no levantamento, encomendado pela Folha e pela TV Globo e realizado na quarta (24) e na quinta (25), a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O resultado é a mais expressiva mudança na curva das intenções de voto no segundo turno até aqui, e reflete um período de exposição negativa para o deputado do PSL. A três dias da eleição presidencial Jair Bolsonaro (PSL) caiu de 59% para 56% nos votos válidos, enquanto Fernando Haddad (PT) subiu de 41% para 44%. 

Nas redes sociais os eleitores de Haddad comemoraram a crescente do candidato petista e subiram a hashtag #HoraDaVirada, o candidato cumprirá agenda de campanha até a madrugada do próximo sábado. Enquanto isso a comitiva de Jair Bolsonaro optou por não fazer mais aparições públicas presenciais. 

Em votos totais, Bolsonaro tem 48%, ante 38% de Haddad e 6% de indecisos. Há 8% de eleitores que declaram que irão votar branco ou nulo. Desses, 22% afirmam que podem mudar de ideia até o dia da eleição. O deputado perdeu apoio em todas as regiões do país, embora mantenha sua liderança uniforme, exceto no Nordeste, onde Haddad ainda aumentou sua porcentagem e tem 56% dos votos totais e Bolsonaro, 30%.

Alguns analistas políticos atribuem a queda de Bolsonaro nas pesquisas ao escândalo divulgado pela Folha sobre o “Caixa 2” feito por empresários em apoio a campanha dele por meio de bombardeamento de fake news pelo Whatsapp. No domingo (21), também viralizou o vídeo da palestra de um de seus filhos, o deputado reeleito Eduardo (PSL-SP), em que ele sugere que basta “um soldado e um cabo” para fechar o Supremo Tribunal Federal em caso de contestação de uma vitória de seu pai.

A base de deputados aliados a Bolsonaro não gostou das falas do presidenciável feitas em uma transmissão ao vivo pelo Facebook na qual ele contesta a briga por apoio em São Paulo para França e Dória “parece que vocês (deputados) se elegeram por mérito próprio, com toda certeza alguns candidatos seriam eleitos, mas a grande maioria não”, ele ainda completa dizendo “o objetivo de vocês tem que ser Jair Bolsonaro” no que alguns eleitores entenderam ser um tom autoritarista do candidato. 

O general da reserva e eleito deputado federal por São Paulo, Roberto Peternelli disse que esta seria a hora para Jair Bolsonaro adotar um tom mais conciliador no seu discurso e deixar de lado a retórica agressiva na reta final de campanha. Para ele, Bolsonaro precisa pensar num “país como um todo” e não só na sua base aliada.

2 respostas para “NOVA PESQUISA DATAFOLHA APONTA APROXIMAÇÃO DE HADDAD, DIFERENÇA PARA BOLSONARO CAI PARA 6 PONTOS”

  • Francisco says:

    Em primeiro lugar Datafolha não inspira um mínimo de confiança, em segundo, mesmo com os dados informados, a diferença ainda é de 12 pontos percentuais e não seis como informa esse site que se mostra igual à mídia vermelha que atua nesse país.
    Devemos considerar que não existe exposição negativa para o deputado do PSL, o que está ocorrendo é seu refugio em virtude de sua recuperação após tentativa de ser assassinato, e com isso, o cuidado em não sofrer um novo atentado, prejudicando sua campanha com viagens.

    Outro ponto a ser mencionado é o de fake news pelo Whatsapp com a fajuta conversa de CAIXA 2, ora!!!!…faz-me rir. O trapo falando do rasgado, isso é muito mimimi. Amigos, não esqueçam, quem gera emprego nesse país em sua maioria, são eleitores de Bolsonaro, empresários e multinacionais que algumas o PT os fez ir embora do Brasil por desesperança gerando um grande volume de demissões. São pessoas que produzem e fazem suas manifestações aos domingos e não em meio de semana para atrapalhar a vida de outros.
    Parem de ser tendenciosos e pratiquem jornalismo com ética, respeito e imparcialidade.

    Tudo que o Brasil não suporta e deseja novamente é a quadrilha vermelha voltar ao planalto central depois de tanta corrução e mentiras. A cadeia Curitiba está cheia de petistas presos, será que o povo ainda os quer roubando e levando divisas brasileiras para países comunistas????

  • marco says:

    Francisco, parabéns pela sua colocação.

Deixe seu comentário



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia