Um tragédia abalou os moradores de Aurelino Leal nesta quarta-feira, 24. Um homem matou a esposa a facadas e depois cometeu suicídio ingerindo chumbinho. Segundo informações do Ubaitaba Urgente, o crime aconteceu na residência do casal e foi motivado por uma crise de ciúmes. O marido, Givaldo, era padeiro, e a esposa, Luzinete Alves Góes, era professora no município vizinho, Ubaitaba.

Ainda de acordo com a publicação, as vítimas foram encontradas caídas no chão da sala da residência por um dos filhos do casal. Givaldo ainda estava com vida. Ele foi levado para o hospital, mas infelizmente foi a óbito. Os corpos serão levados para o DPT da cidade de Ilhéus. O casal deixa dois filhos.

A secretaria de educação de Ubaitaba emitiu nota de pesar, em nome dos alunos e colegas da escola Izolina Sá Barros e de toda rede municipal de ensino.  A prefeita de Aurelino Leal, Liu Andrade, consternada, lamentou o fato e externou aos familiares e amigos palavras de conforto.