WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pm ilheus Neste site
outubro 2018
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



BAHIA RECEBE PRIMEIRO AMBULATÓRIO AUTORIZADO PARA PROCESSO DE TRANSIÇÃO DE GÊNERO

FOTO: Alan Oliveira/G1

O ambulatório transexualizador do Hospital Universitário Professor Edgard Santos (HUPES), localizado no centro de Salvador, será aberto para atendimento nesta sexta-feira (4). A unidade é a primeira a oferecer o serviço pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na Bahia.

De acordo com a assessoria do hospital, inicialmente, serão oferecidos apenas serviços ambulatoriais. As marcações já começaram. Elas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h, no prédio do Ambulatório Magalhães Neto. Os interessados devem apresentar documento de identidade, CPF, cartão do SUS e comprovante de residência. O atendimento ocorre às sextas.

Ainda de acordo com a assessoria, a previsão é de que o fornecimento da terapia hormonal comece a partir do início próximo ano. Para realizar as cirurgias previstas na Portaria 2803, inclusive a de redesignação sexual, a instituição aguarda autorização do Ministério da Saúde, conforme o hospital.

Para receber atendimento na unidade, os homens e mulheres transexuais e as travestis devem ter mais de 18 anos. O acompanhamento será feito por uma equipe multidisciplinar, formada por médicos endocrinologistas, enfermeiros, assistentes sociais, psiquiatras e psicólogos.

O processo transexualizador pode ser definido como um conjunto de estratégias assistenciais para transexuais que pretendem realizar modificações corporais do sexo, que inclui a cirurgia de mudança de sexo, em função de um sentimento de desacordo entre seu sexo biológico e seu gênero.

O texto estabelece idade mínima de 18 anos para procedimentos que incluem acompanhamento multiprofissional e hormonioterapia. Já para intervenções cirúrgicas, a idade mínima é de 21 anos. Também é definido que, para realização do processo transexualizador, são necessários pelo menos dois anos de acompanhamento terapêutico.

Via: G1 Bahia

1 resposta para “BAHIA RECEBE PRIMEIRO AMBULATÓRIO AUTORIZADO PARA PROCESSO DE TRANSIÇÃO DE GÊNERO”

  • antonia viana says:

    Um absurdo o Estado se envolver em assuntos de estética e assumindo cirurgia de troca de sexo, e não assume outras cirurgias graves. Vergonhoso. Deveria ser particular.
    Se faz cirurgia de perda de mama pessoas de câncer e o Estado nunca se preocupou em logo após a retirada do seio colocar prótese. VERGONHA DEMAIS.
    Nada contra a mudança de sexo, estou referindo a preocupação do Estado tão rápido de assumir essa Cirurgia via SUS. Lamentável

Deixe seu comentário



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia