O empresário que confessou o assassinato de um casal de colombianos, na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia, foi solto na última semana após a Justiça conceder um habeas corpus. A informação foi divulgada ao G1 nesta sexta-feira (24) pelo advogado do suspeito.

O homem, identificado como Magno Rodrigues, estava preso desde junho. Ele tinha um mandado de prisão preventiva em aberto e foi detido após se apresentar à polícia. O suspeito foi solto no dia 16 de agosto.

De acordo com a polícia, o empresário alegou que agiu em legítima defesa após ter uma arma apontada para a cabeça por uma das vítimas. O homem devia R$ 7 mil ao casal, que praticava agiotagem na cidade.

Conforme o advogado de Magno, Davi Pedreira, a legítima defesa foi usada no pedido de habeas corpus para a Justiça, que, de acordo com a decisão, também levou em conta a falta de antecedentes criminais do suspeito e o fato dele ter emprego fixo.