O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, reuniu-se com o coordenador da Liga do Trauma da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Irany Salomão, quinta-feira (9), para definir os termos de um convênio que possibilite a inserção dos estagiários dos cursos de saúde da instituição nas unidades da rede de atendimento do município. Participaram do encontro, os secretários de Saúde, Geraldo Magela e de Governo, Gil Gomes, e o procurador geral, Jefferson Domingues.

Para o prefeito, esse convênio reforça os avanços da atual gestão na estrutura da rede pública de saúde de Ilhéus. “Pela primeira vez, a administração municipal abre espaço para os alunos da Uesc treinarem, atenderem e compartilharem o atendimento com os nossos profissionais de saúde. Há muito tempo eles têm buscado isso, por isso provoquei e agora iniciaremos a parceria, o que nos deixa muito felizes”. Destacou os benefícios para “a comunidade tão sofrida, que por tantos anos teve atendimento precário na saúde”, e destacou os investimentos para a ampliação da atenção básica, a fim de qualificar e melhorar o atendimento, tanto para a população quanto os profissionais.

O médico Irany Salomão enfatizou que a criação da Liga do Trauma preencheu  uma lacuna identificada na Uesc, a partir das ocorrências médicas registradas nessa área. “Temos um alto índice de jovens morrendo em acidentes de carro, violência civil e afogamento, por isso criamos esse núcleo, para formar líderes que possam levar conhecimento com relação a esse assunto”. O projeto já dura 15 anos, em parceria com as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e hospitais, e envolve cerca de 60 alunos dos cursos de Medicina e Enfermagem.

O secretário Geraldo Magela considera importante ampliar a inserção dos estudantes no atendimento à população. “Além das unidades e hospitais, eles podem participar também dos mutirões e compartilhar os resultados do trabalho científico produzido na universidade com os servidores municipais da área de saúde, para auxiliar na reorganização da rede de atenção básica. É uma iniciativa brilhante do prefeito Mário Alexandre e do médico Irany Salomão, de proporcionar essa integração em Ilhéus”, observou. Os estudantes planejam também atuar com palestras, vivências, projetos e outros tipos de atendimento à população.