O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Rubenilton Silva, e a gestora do Bolsa Família de Ilhéus, Géssica Miranda, participaram do evento comemorativo pelos 15 anos do Programa Bolsa Família (PBF), ocorrido em Salvador, nos dias 4 e 5 de julho. Realizado pela Superintendência de Assistência Social da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHDS), o ato contou com a presença de beneficiários, técnicos e gestores da assistência social de vários municípios da Bahia. Atualmente, Ilhéus possui mais de 17 mil beneficiários.

Na abertura do encontro, houve apresentações culturais do grupo musical de Retirolândia e do grupo percussivo do Ilê Aiyê, além da presença do cantor Lazzo Marumbi, que cantou o Hino da Bahia.   No primeiro dia, o evento foi marcado por intensa programação com debates, palestras e painéis, como trajetória do programa na Bahia e no Brasil.

No segundo dia das atividades, foram realizadas oficinas de acompanhamento das condicionalidades da saúde e da educação, integração entre serviços e benefícios, acompanhamento familiar na assistência social, instância no controle social do bolsa família, painel dos 15 anos do programa de aquisição de alimentos na Bahia e papel da Caixa Econômica na execução do PBF.

O secretário de Desenvolvimento Social, Rubenilton Silva, salienta as melhorias do programa Bolsa Família no município. “Conseguimos aumentar o Índice de Gestão Descentralizada (IGD). Iniciamos a gestão com 0,36%, estávamos em situação prioritária, com risco do munícipio perder os recursos e conseguimos aumentar os índices das condicionalidades da saúde com 87,1%, da educação 92,7%, ficando dentro dos valores exigidos pelo Ministério de Desenvolvimento Social”, informa.

O IGD do programa bolsa família para municípios representa uma estratégia de apoio técnico e financeiro às cidades na gestão do programa e do Cadastro Único (Cadúnico) que dá aceso aos programas sociais do Governo Federal. Desde sua criação, em abril de 2006, o IGD-M vem contribuindo significativamente para a melhoria da gestão municipal do Bolsa Família e do Cadastro Único.

Reajuste – Desde o dia, 1º de julho, o programa teve um reajuste de 5,67% no valor mensal. Cerca de 13,7 milhões de famílias em todo o país poderão sacar o benefício a partir do dia 18 de julho. Com o aumento, mais de R$ 684 milhões serão injetados na economia do país até dezembro.

Bolsa Família – É um programa de transferência de renda criado para contribuir com o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil. As famílias interessadas em receber o benefício devem se inscrever no CadÚnico do Governo federal. Em Ilhéus, o cadastro pode ser feito nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Norte, Oeste, Sul, Vilela e Olivença.