Berço de todo o Sul da Bahia, Ilhéus é um município com um dos mais vastos territórios da região e com o mais extenso litoral entre os municípios do estado. Uma equipe do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Secretaria de Planejamento da Bahia está na cidade para o trabalho de colocação dos marcos nas áreas limítrofes com outros municípios, além da segunda etapa do projeto que prevê um novo ordenamento no que se refere aos distritos da zona rural. A atividade está sendo acompanhada de perto pelo vice-prefeito José Nazal.

O trabalho também tem como objetivo contribuir com o censo de 2020 do IBGE, a partir de informações técnicas e atualizadas dos limites territoriais de Ilhéus. Na quarta-feira, dia 20, o vice-prefeito e os representantes das instituições compareceram ao plenário da Câmara de Vereadores, para participar de uma sessão proposta pelo edil Makrisi Angeli, a fim de explicarem detalhares sobre o processo de demarcação municipal.

O vice-prefeito explicou que os percursos realizados estão sendo feitos para a identificação dos pontos dos vértices nos limites do município e a colocação dos marcos provisórios para posterior instalação dos marcos definitivos. Segundo ele, “além dos vértices estão sendo identificados os pontos nas estradas que ligam o município de Ilhéus aos vizinhos”.

Ilhéus faz divisa com os municípios de Una, Buerarema, Itabuna, Itajuípe, Coaraci, Itapitanga e Aurelino Leal.O  trabalho foi iniciado com a verificação dos limites de Ilhéus com o vizinho município de Uruçuca. Nazal salienta que a identificação dos vértices legais do município é feita de acordo com a Lei 12.638\2013, no limite norte de Ilhéus.

O vice-prefeito enfatiza que Ilhéus é o primeiro município da Bahia a fazer esse trabalho, segundo informações da SEI e IBGE. A ação conta com a participação do engenheiro cartógrafo José Henrique da Silva, gerente da base territorial do Brasil na diretoria de geociências do IBGE, e dos técnicos da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, Walmar D’Alexandria e William José. De acordo com o vice-prefeito, após o levantamento dos limites municipais serão feitos os limites distritais.

Na oportunidade, José Nazal lembrou que a iniciativa visa facilitar a vida do cidadão que começa a tomar conhecimento onde inicia e termina o seu município. Esta ação visa evitar a invasão territorial de uma cidade pela outra que era uma prática generalizada na Bahia. Após a identificação dos limites territoriais entre as cidades circunvizinhas Ilhéus também vai estender o trabalho aos distritos, povoados e vilarejos, em parceria com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia.