“Venho para garantir meus direitos, é muito importante a garantia de ir e vir”. A declaração é da aposentada e deficiente física Maria José, de 39 anos, que após realizar seu cadastro previamente no CRAS de sua referência, compareceu hoje, (21), no auditório do Centro Administrativo, no bairro Conquista, para a avaliação realizada pela Prefeitura de Ilhéus. Durante toda a semana, grupos são avaliados por técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Social, que tem como foco garantir o benefício do passe livre nos transportes públicos a pessoas deficientes.

Cerca de cinquenta pessoas compareceram hoje (21) para a avaliação da SDS, que é realizada por uma comissão formada pelo Decreto de nº 88/2010 e reúne uma vez por semana para fazer a avaliação de todos os usuários que deram entrada e/ou possuem o benefício, conforme pede a lei que dispõe sobre a concessão de passe livre de transporte coletivo municipal para as pessoas com deficiência.

Para garantir seus direitos, assim como Maria José, o deficiente precisa procurar o CRAS de sua referência, realizar o cadastro para assim receberem previamente a data e horário da sua avaliação.

O passe livre municipal é exclusivo para todo e qualquer tipo de pessoa que porte alguma deficiência, nesta avaliação, todos os possíveis usuários do benefício precisam apresentar seus documentos originais e o laudo médico, necessários para comprovar seus direitos.