Os Policiais Civis da Bahia vêm à público manifestar seu irrestrito apoio ao investigador de Polícia Civil Joseval Santos Cupertino, bem como manifestar repúdio ao comportamento inadequado do Tenente-Coronel Delmo Barbosa de Santana, da Polícia Militar, que juntamente com um grupo de oficiais à paisana que estavam curtindo a festa, e sem se identificarem como policiais, após um breve desentendimento no interior da Casa de Eventos Mar Aberto Music Bar, em Ilhéus, na madrugada de hoje, 09, agrediram o Policial Civil, e mesmo após este se identificar, continuaram a agressão, tentando dominar o policial civil, que temendo por sua vida, tentou sacar sua arma de fogo, tendo a mesma disparado no momento em que seus agressores foram lhe tomar a referida arma, ocasionando ferimento na perna do citado Tenente-Coronel que lhe dava um “mata-leão” naquele momento. Vale ressaltar que este grupo de oficiais agrediu também de forma covarde a esposa do Policial Civil, bem como seu filho adolescente, e ainda, agiram de forma truculenta e desrespeitosa contra outro Investigador de Polícia, que se fez presente no local, e também se identificou como Policial Civil. Aguardamos agora a completa e imparcial apuração dos fatos, para que ao final os culpados sejam punidos, e destacamos que o ocorrido não manchará o bom relacionamento e parceria que mantemos com nossos irmãos militares, pois entendemos se tratar de um lamentável caso isolado. Assinam esta nota, Delegados, Investigadores, Escrivães e Peritos da Polícia Civil da Bahia.