O deputado federal Bebeto Galvão, do PSB da Bahia, foi autorizado, junto com uma comissão da Câmara, a visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. O grupo foi criado nesta terça-feira, dia 17, pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia, e tem como objetivo verificar as condições em que se encontra o líder político.

A visita ainda não tem data para acontecer. No documento em que pede a criação do grupo, os parlamentares afirmam que alguns fatos justificam a visita, como áudio captado no voo que levou Lula a Curitiba sugerindo que o ex-presidente seja jogado do avião. “Decisões arbitrárias de isolamento do ex-presidente ferem princípios básicos dos direitos humanos”, afirmam.

Além de Bebeto, que já havia visitado Lula no dia em que o ex-presidente se apresentou à Polícia Federal, fazem parte da comissão os deputados Paulo Pimenta (PT-RS), o coordenador, André Figueiredo (PDT-CE), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), José Guimarães (PT-CE), Ivan Valete (Psol-SP), Orlando Oliveira (PCdoB-SP), Paulo Teixeira (PT-SP), Wadih Damous (PT-RJ) e Weverton Rocha (PDT-MA).