Quem costuma transitar pela rua Prizilino Azevedo, antiga Rua das Flores, situada no bairro da Conquista, em Ilhéus, já se deparou com a famosa cratera no centro da ladeira  da rua Taboquinhas.

A ladeira de paralelepípedos é um dos principais acessos à rua principal da Conquista, por isso muito utilizada por moradores e por aqueles que pretendem cortar caminho para chegar até o centro e/ou zona sul de Ilhéus.

Apesar de tão utilizada, a via não é apenas conhecida pelo grande fluxo de veículos e transeuntes, já que sua característica marcante é a cratera que dificulta o acesso e proporciona riscos de acidentes.

Segundo informações obtidas por uma moradora que já reside no bairro há mais de 20 anos: “Essa cratera permanece aberta durante a maior parte do ano até chegar a um tamanho que inviabilize completamente a passagem de pessoas e carros. Somente então a Embasa toma medidas paliativas, mas a cratera retorna dentro de poucos meses após o serviço”.  

Há mais de um ano aberta sem nenhuma atenção da Embasa, a cratera já pode receber um bolo de aniversário e felicitações por ser a moradora mais antiga da localidade.