Após largar da Marina Ocema, em Salvador, o piloto Orlando Junior é pura emoção. A bordo do seu jetski, o empresário lidera a bateria formada por mais 99 participantes do Rally dos Mares 2018, etapa Salvador-Ilhéus. “A viagem está tranquila e muito segura. Os pilotos são experientes, porém a adrenalina toma conta da gente a cada segundo. Iremos manter o curso, a aceleração e curtir esse lindo e desafiador litoral baiano”, disse. Graças a tecnologia via satélite, é possível rastrear, em tempo real, onde o rally passa através de um link fornecido pela internet. Até o destino, são 400 quilômetros de navegação passando por Itaparica, Caixa Prego, Morro de São Paulo, Garapuá, Barra grande, Baia de Camamu, com previsão de chegada às 13 horas na Baía do Pontal.

Para os pilotos, a sensação é a mesma: a busca e a superação de seus limites físicos e mentais, vencer a fadiga e os desafios do mar aberto. O Rally dos Mares de 2018 percorreu a baía de todos os santos com destino a Ilha de Tinharé, em Morro de São Paulo. “Fizemos uma parada prevista aqui no atracadouro de Bom Jardim, em Morro, e neste segundo dia, seguiremos para Barra Grande. Pelo roteiro, amanhã, dia 24, o rally segue para a península de Maraú e é claro, daremos um passeio nas ilhas. No dia 25, último dia de rally, o destino final é Ilhéus. Na baía do Pontal, faremos a festa da vitória com o público e uma confraternização no Boca do Mar”, informa Junior.  

O evento tem o apoio da Secretaria de Turismo e Esporte (Setur), que vai disponibilizar total infraestrutura de palco, sonorização e toldos montados na região do Boca do Mar. Durante toda a prova, os pilotos contam com uma estrutura de segurança aquática, composta por duas lanchas de apoio, também da cobertura do Agrupamento Aéreo da Polícia Militar (GAER), além do acompanhamento terrestre escoltada por carros e caminhões truck de apoio, munidos de combustível e peças, além de um staff formado por 50 pessoas.

Pelo quarto ano consecutivo, o Rally dos Mares se consagra como a maior competição náutica de motos aquáticas em navegação de mar aberto do mundo. O evento serve de vitrine para as novidades no mercado e ao mesmo tempo imprime desafios de força e velocidade aos competidores. Este ano, a etapa reúne participantes de Goiânia, Vitória do Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, do Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Bahia e um piloto boliviano. De acordo com a organização do rally, o evento tem a proposta de apresentar um perfil turístico com retorno financeiro para as cidades na ordem de R$ 3,5 milhões, pois pilotos e familiares usufruem dos equipamentos de hospedagem e da gastronomia por onde passam, além de explorarem lindíssimos cenários paradisíacos.

Para acompanhar o rally, em tempo real, basta seguir o link para checar a localização atualizada basta copiar o endereço:

https://share.findmespot.com/shared/faces/viewspots.jsp?glId=0u9nqR2j0I9eifTFTW2xvqnIiEYq1mMFs