A Editus – Editora da UESC e a Academia de Letras de Ilhéus (ALI) lançaram esta semana o edital do III Prêmio Sosígenes Costa de Poesia. A ideia é valorizar, difundir e revelar novos talentos da literatura poética baiana.

Para participar, os escritores devem ser baianos e ter mais de 18 anos. A obra precisa ser inédita e não pode estar concorrendo ao mesmo tempo em outro concurso. O vencedor terá o livro publicado pela Editus, receberá um Troféu e um prêmio de R$ 2.000,00.  Cada autor poderá concorrer com apenas uma obra de sua autoria, devendo se inscrever sob pseudônimo.

Em sua primeira edição, em 2016, o concurso premiou Weslley Almeida, mestrando em Literatura e morador de Feira de Santana, pelo livro “Memórias Fósseis”. Já em 2017, Natan José Muniz Barreto, tradutor e professor primário, nascido em Salvador e residente em Londres, foi o ganhador da segunda edição, com a obra “Um quintal e outros cantos”.

Este ano o Prêmio Sosígenes Costa de Poesia conta com o apoio da Secretaria de Cultura de Ilhéus. As inscrições são gratuitas e ficam abertas até 30 de março de 2018. O edital do concurso está disponível no link http://www.uesc.br/publicacoes/editais/02.2018/23.pdf. Em caso de dúvidas, os interessados podem enviar email para premiososigenescostadepoesia@gmail.com.