WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura ilheus



its brasil





casa melo

agua mineral gabriela

auto escola brandao

whatsapp ilheus 24hs
fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

:: 3/fev/2018 . 13:42

‘O PAPEL DO PROFESSOR EM TEMPOS DE PÓS-VERDADE E FAKE NEWS’

Isadora Ferreira Neves e Doutoranda em Direito Público pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e membro do Dasein – Núcleo de Estudos Hermenêuticos. Mestre em Direito Público pela UNISINOS (2014). Pós – Graduada em Direito Público pela Faculdade Independente do Nordeste – FAINOR (2009). Graduada em Direito pela Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC (2009). Tatiane Alves Macedo possui graduação em Bacharelado em Ciências Jurídicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (2004) e mestrado em Direto, Relações Internacionais e Desenvolvimento pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (2015). Doutoranda em Direito Público pela Universidade do Vale do Rio Sinos – UNISINOS. Atualmente é professora adjunta no Centro Universitário de Mineiros e procuradora municipal – Câmara Municipal de Portelândia. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Constitucional, atuando principalmente nos seguintes temas: cidadania, justiça e direitos humanos.

“O papel do professor em tempos de pós-verdade e fake news” é um texto publicado no Consultor Jurídico, elaborado em parceria pelas autoras Isadora Ferreira Neves e Tatiane Alves Macedo.

“Não podemos negar que as redes sociais possuem o evidente mérito de estimular discussões, ampliando o debate público. No entanto, as redes também passaram a ser usadas como um fértil espaço para disseminação de informações falsas”, relatam as autoras.

O brilhante texto descreve a interação de internautas comentando e compartilhando informações, inclusive falsas, sobre diversos assuntos sociais e questiona a participação do professor diante do universo de notícias inverídicas.

Clique AQUI e leia o texto na íntegra.

PLACAS DE OUTDOORS COMEÇAM A SER RETIRADAS NO CENTRO DE ILHÉUS

Como resultado de um acordo entre a Prefeitura de Ilhéus, o Ministério Público do Estado (MPE) e as empresas publicitárias exibidoras de outdoor, as placas existentes na zona central da cidade começaram a ser retiradas desde ontem, quinta-feira, cumprindo o TAC – Termo de Ajustamento de Conduta – assinado em 3 de novembro passado.  Segundo o vice-prefeito e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal Pacheco Soub, a partir de agora, as placas de outdoor serão instaladas em locais disciplinados através do Decreto nº 120, de 31 de outubro de 2017.

A ação é coordenada pela Superintendência Municipal de Meio Ambiente e pela Gerência de Uso do Solo, órgãos vinculados à Seplandes, em articulação com a Promotoria do Meio Ambiente do Ministério Público, e foi construída a partir de diálogo com a Associação das Empresas de Outdoor do Sul da Bahia.O objetivo é disciplinar a utilização de outdoorsno Município de forma a promover um meio ambiente equilibrado e sadio à qualidade de vida.

A remoção das placas no centro da cidade ocorreu voluntariamente por parte dos empresários do setor, membros da Associação Sul Bahia de Outdoors, no prazo estabelecido pelo TAC. Inicialmente, foram retiradas as placas de outdoor instaladas na Avenida Itabuna, no trecho próximo ao Viaduto Catalão, e na rua de acesso à Ponte Lomanto Júnior.

:: LEIA MAIS »





dom eduardo

lm mudancas

fale conosco













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia