Crispim Gomes, de 65 anos, foi morto a tiros em 3 de dezembro, próximo ao estabelecimento dele, em Una.

O homem que se apresentou nesta terça-feira (12) na delegacia de Itabuna, no sul da Bahia, suspeito de matar o dono de uma pousada em Una, também no sul baiano, confessou o crime em depoimento à polícia. Segundo o delegado Evy Paternostro, José Cardoso dos Santos, de 63 anos, disse que a motivação do homicídio foi uma dívida que o empresário teria com ele.

De acordo com o delegado, o suspeito, que trabalhou como motorista da pousada da vítima por sete anos, disse que o empresário pagou parte da dívida, contudo ele teve o valor roubado e suspeitou que o furto teria sido a mando da vítima. A família do empresário nega que ele teria alguma dívida com José Cardoso.

O delegado Evy Paternostro disse ainda que Cardoso também tem participação na morte do deputado Maurício Cotrim, assassinado em Itamaraju, em 2007. Durante o depoimento, que durou duas horas, o suspeito esteve acompanhado por dois advogados. Como já havia um mandado de prisão contra José Cardoso, ele ficará preso de forma preventiva. Do G1.

Relembre o crime clicando AQUI.