A Organização Gongombira de Cidadania e Cultura irá realizar nesta sexta-feira (03), às 19 horas, no Terreiro Matamba Tombenci Neto, o lançamento da programação do Novembro Negro, em alusão ao Dia da Consciência Negra (20 de novembro) e exibição do documentário “Do que Aprendi com Minhas Mais Velhas”, direção e produção de Onijasé e Susan Kalik.

Mês da Consciência Negra terá série de atividades no Terreiro Matamba Tombenci Neto e Espaço Cultural Dilazenze, em Ilhéus

O evento de lançamento contará também com intervenções culturais e terá as participações de Jamena Lohana e César Bispo, vocalistas da Orquestra Gongombira de Percussão e Jeferson Bomfim no violão.

O mês que marca as discussões sobre racismo no Brasil terá diversas atividades gratuitas, que serão promovidas no Terreiro Matamba Tombenci Neto e no Espaço Cultural Dilazenze, entre outros locais, com apresentações de dança e musicais, além de seminários, palestras, oficinas de turbante e penteados afro.

Parte das atividades são iniciativas de instituições culturais locais, já outras fazem parte do projeto Otambí e contam com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.