Luh Oliveira é professora de Língua Portuguesa, poeta, escritora e Mestre em Letras.

Sento-me no banco da praça 
lindo fim de tarde 
sol se pondo 
luzes acendendo a cidade. 
Fito as linhas em minhas mãos 
cada matiz 
cada nuance 
arco-íris. 
Entrelaço os fios 
em doce aquarela 
tecelando desejos 
e suspiros. 
De ponto em ponto 
de cruz em cruz 
bordados de sonhos 
revelam  
suaves tons 
de vida 
que anseia. 
Colcha em mãos 
percorre caminhos 
na afiada ponta 
da agulha 
que permeia 
a direção 
dos ventos. 
Tecelã de estradas 
encruzilhadas 
cruzadas 
amadas 
no vai-e-vem 
das linhas 
do horizonte. 
Noite adentra 
sentada na praça 
Artesã 
de meus próprios 
sonhos. 

IN: OLIVEIRA, Luh. Versos enluarados. Rio de Janeiro: Multifoco, 2012, p. 15-16.