Em seu discurso no Encontro Estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB), realizado no sábado (27), o deputado federal Bebeto Galvão falou um pouco da polaridade política das Eleições 2014 e o atual momento do Brasil. “O resultado eleitoral não foi respeitado, a elite brasileira conseguiu embargar a presidente não por crime de responsabilidade, mas por necessidade. A partir desse processo, a crise do país se agravou”, explica.

O deputado federal reforçou que o Governo Temer e seus aliados não têm mais condições de liderar projetos e reformas. “As eleições indiretas não irão resolver o problema. Se não for eleito por uma eleição direta será mais um governo ilegítimo e o PSB não vai participar”, disse.

Para Bebeto Galvão, o atual governo obedece aos interesses do mercado financeiro, não aos interesses do povo brasileiro. “Estamos vivendo retrocessos na economia, perdendo diversos direitos e só existem três opções: renúncia, cassação ou a aprovação da PEC das eleições diretas”, finaliza.