WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
abril 2017
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

:: 17/abr/2017 . 10:02

COLO COLO É DERROTADO PELO CAJAZEIRAS, EM CASA

Colo Colo 2017

Colo Colo é derrotado pelo Cajazeiras, no Mário pessoa com o placar de três a um, na tarde do sábado (15).

Segundo informações, o Dr. Paulo Medauar precisou dá ajuda ao Tigrão, pra não iniciar a partida sem um profissional médico. Outro fato foi à falta de ingresso na bilheteria.

O BRASIL SAUDOSO DO PASSADO PROPÕE UM GOLPE: JOGAR A CONSTITUIÇÃO NO LIXO

Leonardo Sakamoto é jornalista e doutor em Ciência Política. Cobriu conflitos armados e o desrespeito aos direitos humanos em Timor Leste, Angola e no Paquistão. Professor de Jornalismo na PUC-SP, é coordenador da ONG Repórter Brasil e seu representante na Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo.

Leonardo Sakamoto é jornalista e doutor em Ciência Política. Cobriu conflitos armados e o desrespeito aos direitos humanos em Timor Leste, Angola e no Paquistão. Professor de Jornalismo na PUC-SP, é coordenador da ONG Repórter Brasil e seu representante na Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo.

Você já parou para pensar o que faz com que alguém afirme que vivemos uma ”ditadura dos direitos humanos” ou do ”politicamente correto” num país racista, machista, homofóbico e preconceituoso como o nosso? Em que a existência de diferenças não é tolerada por muita gente?

Pelo menos se vivessemos uma situação de pleno cumprimento dos direitos fundamentais, em que pessoas não fossem vítimas de agressões simplesmente por serem quem são, e no qual indivíduos e grupos fossem devidamente punidos por incitar a violência e cometer crimes de ódio, poderíamos até entender esse discurso dodói. Para, depois, celebrar o fato dele vir de uma minoria.

Mas a realidade é outra. Não apenas nas relações sociais do dia a dia, mas na forma como o Estado brasileiro e seus operadores tratam os que mais precisam dele: em grande parte das vezes, com desprezo.

Não temos sido competentes para por em prática a garantia da dignidade humana que está prevista na Constituição Federal, seja pela falta de regulamentação, seja pelo não cumprimento da letra escrita.

Promulgada em 5 de outubro de 1988, ela não é perfeita, longe disso. Mas, olhando para trás, é incrível como, ao menos, os legisladores conseguiram que o respeito aos direitos mais básicos do ser humano estivesse presente no texto final como está.

O grande problema da Constituição não é estar ultrapassada., como afirmam alguns que temem que ela saia totalmente do papel. Foi nunca ter sido efetivada. :: LEIA MAIS »





twitter
facebook