Moradores-Urucutuca

As obras serão iniciadas no segundo semestre deste ano.

A Prefeitura de Ilhéus vai substituir casas de madeira em condições sanitárias precárias por residências de alvenaria com banheiros, no povoado de Urucutuca, distrito de Aritaguá. A ação beneficia diretamente dez famílias carentes da localidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Mário Alexandre, durante visita à comunidade.

A intervenção utilizará recursos no valor de 250 mil reais, provenientes do Programa de Melhorias Habitacionais, da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), vinculada ao Ministério da Saúde, garantidos através de emenda parlamentar do deputado federal Paulo Magalhães. O município já se inscreveu no Sistema de Convênio Federal, medida que assegura o repasse.

De acordo com o secretário municipal de infraestrutura, Hermano Fahning, as obras serão iniciadas no segundo semestre deste ano. A Prefeitura terá ainda que cumprir algumas etapas burocráticas, a exemplo da assinatura do contrato, apresentação do projeto e a abertura do processo licitatório para a escolha da empresa que vai executar a obra.

Melhores condições de vida – O Programa de Melhorias Habitacionais destinado ao controle da Doença de Chagas fomenta a execução de dois modelos de ação: a restauração de casa, com reforma de domicílio, visando a melhoria das condições físicas do imóvel; ou a reconstrução,  caso especial, quando a estrutura da habitação não suporte as melhorias necessárias. Em Ilhéus, será a segunda opção a ser executada.

O prefeito Mário Alexandre fala da importância da obra.  “Casas de madeira ou taipa favorecem o surgimento de casos da Doença de Chagas”, explica. Uma obra desta importância, segundo Mário, é considerada medida essencial para a eficiência do Programa de Controle da Doença de Chagas no País.