Escola Municipal do Salobrinho, inaugurada em 23 de dezembro de 2016.

A Escola Municipal do Salobrinho, necessita de reparos para funcionar.

A Escola Municipal do Salobrinho, embora inaugurada em 23 de dezembro do ano passado, necessita de ajustes e reparos para o pleno funcionamento do estabelecimento de ensino. Este é o parecer do superintendente de Obras, Rafael Castro, da secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra), que procedeu visita à escola acompanhado pela equipe técnica.

Segundo Castro, a empresa responsável pela obra já foi acionada e ficou de realizar os devidos reparos. Mas, segundo afirmou, “as pendências aparentes se encontram incoerentes com o contrato, fora do padrão técnico da obra”. A previsão de início do serviço é de dez dias.

Além disso, a nova gestão está providenciando um novo acesso para a unidade da rede pública municipal de ensino, além da organização e espaço para estacionamento de veículos no local. Devido a essas questões, as aulas iniciadas em 6 de fevereiro tiveram que ser suspensas, duas semanas depois, no dia 20, já que também houve a suspensão do fornecimento de energia elétrica no logradouro.

A Secretaria de Educação (Seduc) do Município, por sua vez, esclarece que foi solicitada a transferência da titularidade na fatura da Coelba para a Escola Municipal do Salobrinho, visto que o documento de pagamento ainda se encontrava em nome da construtora responsável pela obra. Para isso, encaminhou, em 23 de janeiro, o Comunicado Interno (CI) nº 0088/2017 ao Setor de Compras, Almoxarifado e Serviço. No entanto, a alteração não foi realizada em tempo hábil e houve a suspensão do fornecimento do serviço para o imóvel localizado no bairro Salobrinho, que fica à margem da Rodovia BR-415, que liga a cidade de Ilhéus a Itabuna.

A secretária de Educação, Eliane Oliveira, informa que não há falta de professores na Escola e que os profissionais de ensino aguardam apenas o retorno das atividades na unidade para retomarem o trabalho. Já os auxiliares de serviços gerais e de merenda escolar serão convocados pela Secretaria de Administração, com base no resultado do último concurso público. Além disso, “as mesas e cadeiras para o refeitório dependem de licitação para a composição desse mobiliário na Escola Municipal do Salobrinho”, completou.