Os bancários da Bahia são destaque na greve nacional. Nesta terça-feira (20/10), a grande maioria das agências do Estado amanheceu de portas fechadas.

A cada dia, a adesão dos trabalhadores aumenta. Consequentemente, cresce o número de unidades sem atendimento. Hoje são 1.076, sendo 279 em Salvador. 

Os bancos públicos têm maior quantidade de agências paradas. No BB são 355. A Caixa também está firme no movimento e bancários de 233 unidades estão de braços cruzados. No BNB são 66.

Os funcionários dos bancos privados também participam ativamente da paralisação por tempo indeterminado. O Estado tem 231 agências do Bradesco fechadas, 103 do Itaú, 45 do Santander, 24 do HSBC e 19 demais empresas.

Os números falam por si. Os bancários estão unidos e não vão ceder. A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e as direções da rede oficial terão de apresentar uma proposta justa para a greve acabar.