WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
coronavirus 155 Neste site
abril 2014
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: abr/2014

JUSTIÇA FEDERAL DETERMINA FIM DA GREVE DA PM SOB MULTA DE R$ 1 MILHÃO

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) concedeu liminar determinando a imediata paralisação da greve da Polícia Militar na Bahia, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 1,4 milhão. Determinou, ainda, o bloqueio de bens de Marco Prisco, das associações envolvidas no movimento paredista e de seus dirigentes.

Segundo a decisão, a multa deverá ser paga pelos 14 réus da ação ajuizada pelo MPF/BA, que tiveram seus bens bloquados: Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra), Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM/BA), Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPM/BA – Força Invicta), Associação dos Oficiais Auxiliares da Polícia Militar do Estado da Bahia (AOAPM/BA), Associação dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais da Polícia Militar Da Bahia – (ABSSO/BA), Associação dos Bombeiros Militares da Bahia (Associação Dois de Julho/Ba), Marco Prisco Caldas Machado, vereador e Diretor-Geral da Aspra/BA, Jackson da Silva Carvalho, presidente da ABSSO/BA, Agnaldo Pinto de Sousa, presidente da APPM/BA, Edmilson Tavares Santos, presidente da AOPM/BA – Força Invicta, José Alberto da Silva, diretor financeiro da AOAPM/BA, Nelzito Coelho Oliveira Filho, presidente da Associação Dois de Julho/BA, Ubiracy Vieirados Santos, presidente da AOAPM/BA e Paulo Sérgio Simões Ribeiro, diretor financeiro da AOPM/BA – Força Invicta.  

A decisão, assinada na tarde desta quarta-feira (16) durante regime de plantão, foi tomada a partir de pedido urgente ajuizado por meio do Ministério Público Federal diante da deflagração da greve da PM baiana. O bloqueio de bens visa garantir o ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos, a exemplo do uso da Força Nacional de Segurança Pública para o estado.

FIM DA GREVE DEPENDE SÓ DA APROVAÇÃO DOS POLICIAIS

Segundo o Bocão News, líderes do movimento grevista da Polícia Militar baiana decidiram, em reunião encerrada há pouco, encerrar a greve da categoria, iniciada há dois dias.
Um documento assinado por todas as partes será encaminhado à assembleia para que a categoria homologue, ou não, esta decisão. Uma assembleia acontecerá ainda hoje no Wet’n Wild, em Salvador.
O Coronel Edmilson Tavares, presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPMBA) – Força Invicta, afirmou há instantes que o indicativo da reunião entre as entidades e representantes do governo é mesmo de fim de greve. Em conversa o repórter Alessandro Isabel, do Bocão News, em frente à Câmara de Dirigentes Lojistas da Bahia, onde ocorre a reunião, Edmilson também ponderou.

“Não é nada oficial. Mas tudo indica que é o fim da greve”. Quem acabou de chegar ao local foi o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Paulo Câmara. Um dos líderes do movimento é o vereador Prisco, do PSDB.

JABES E PRISCO: DOIS OPORTUNISTAS DA DIREITA ESTÚPIDA

Por Gabriel Nascimento, professor | gabrielnasciment.eagle@hotmail.com

gabriel artigoDe um lado o PSDB, que aprendeu a fazer greve com a massa cheirosa, que é historicamente desvalorizada por essa mesma direita salvadora, e de outro Jabes Ribeiro. Em Ilhéus, não tão longe da PM baiana e de Prisco, Jabes é da base do governo estadual, tanto é que se fala à boca pequena que quem manda nas indicações de seu partido é ele. 

A PM da Bahia está nas mãos de um filhote do que há de mais autoritário nesse país: Marco Prisco. Vamos procurar ele na campanha para prefeito de 2012, lá em Salvador, balançando a bandeira de Acm Neto Prefeito. Antes, bem antes, protagonizou a greve da polícia durante o carnaval de 2012, querendo causar instabilidade, promovendo uma verdadeira arruaça sistematizada de militantes abutres do que sobrou de velho da ditadura militar. Não, senhores, nunca vi Prisco militando pela desmilitarização da polícia. A desmilitarização possibilitaria, entre outras coisas, o direito de greve aos policiais por poder enxergá-los como trabalhadores em segurança pública dignos de fazer greve. Prisco gosta mesmo é de motim e quartelada, coisa que ele herdou do pouco que aprendeu na polícia. O resto da malandragem ele aprendeu no mercado negro da política, pela qual se elegeu vereador de Salvador e pela qual, a partir dessa greve, pretende se eleger deputado. Um negócio e tanto, já dizem por aí os correligionários do PSDB.
De um lado o PSDB, que aprendeu a fazer greve com a massa cheirosa, que é historicamente desvalorizada por essa mesma direita salvadora, e de outro Jabes Ribeiro. Em Ilhéus, não tão longe da PM baiana e de Prisco, Jabes é da base do governo estadual, tanto é que se fala à boca pequena que quem manda nas indicações de seu partido é ele. Se Prisco quer vencer o Estado pelo desgaste levando a PM a uma greve eleitoreira para garantir sua cadeira na Assembleia Legislativa, a de Paulo Souto no governo do estado e a de Geddel, o camaleão, no Senado, o outro, nosso Jabes, quer vencer o funcionalismo público pelo cansaço e não quer levar ninguém a lugar nenhum.
Ao contrário de Prisco, que tem como engenho um negócio e tanto que aprendeu no mercado negro da política, o que Jabes quer ao buscar vencer os funcionários da prefeitura de Ilhéus pelo cansaço? Tendo demitido funcionários alegando o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, contratou recursos humanos como cargos de confiança, aumentou o salário dos altos cargos de sua gestão e continua, implacavelmente, buscando na justiça sua única opção para continuar governando para o próprio ego, além do mega apoio da câmara legislativa de Ilhéus, é claro. Jabes tem um ego e tanto, e governa só para esse ego. Sua promessa de campanha mais clara devia ter sido: “não mexam comigo porque eu vou até o final”. E está indo. Recorreu em instância estadual depois da justiça ter concedido aos funcionários sua reconvocação e posse. Onde Jabes quer parar em ano eleitoral? Por que ele não segue o exemplo de Prisco, que se motiva o grande representante dos policiais, mas, no fundo, quer só ser deputado estadual do PSDB/DEM? Como Jabes vai poder passar de porta em porta, dar o famoso abraço e tapinha nas costas com seus pretendentes a deputado, se leva à frente uma perseguição absurda a quem recebe pouco, em condições péssimas, como é o caso dos funcionários de Ilhéus? Onde estão os candidatos a deputado de Jabes que não percebem o clima de instabilidade de Ilhéus, mesmo antes da greve eleitoreira de Prisco? Onde estão os candidatos de Jabes que não percebem o abandono em que se encontra a cidade, cujas obras em andamento ou em planejamento se dão por conta do esforço do governo estadual?
Onde está o Jabes que gosta de governar para as alianças? Parece que ele esqueceu que, em ano eleitoral, é preciso calcular as doses e cumprir o veredito de um sistema político privateiro e absurdo. Ao contrário do governo municipal, Jaques Wagner está em plena negociação aberta com as associações de policiais militares, porque não quer desgaste com o povo. Mas Jabes quer e sempre quis. Como quer honrar as alianças estaduais se não consegue, ao menos, reconhecer que seu plano principal é consagrar o feudo para os seus, sem abrir concurso e sem respeitar de fato a Lei de Responsabilidade Fiscal que alega? Pelo jeito Jabes tem muito a aprender ainda no mercado negro da política ou o que sabe está desaprendendo. Viva Marco Prisco!  

EXÉRCITO NÃO FARÁ A SEGURANÇA DO ALELUIA ILHÉUS

Quem revela a recusa dos militares em tapar o buraco deixado pela PM, por causa da greve, é o Blog do Gusmão. Segundo o site, o comando da tropa alojada em Ilhéus descartou a presença do exército no Aleluia Ilhéus, que começa hoje, na Avenida Soares Lopes, com show de Fábio Jr.
Também de acordo com a página, o comando da polícia militar na cidade não garante a presença de um efetivo mínimo de PMs no evento, que deve reunir cerca de 10 mil pessoas nesta noite. 
A presença de tanta gente num espaço aberto sem a mínima segurança pode representar um grande risco.

SENADO APROVA FIM DE DOAÇÕES DE EMPRESAS PARA PARTIDOS E CANDIDATOS

mala
Doações de empresas em dinheiro ou por meio de publicidade a candidatos e partidos políticos podem ficar proibidas. O substitutivo ao projeto de lei (PLS 60/2012) da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) foi aprovado nesta quarta-feira (16) na Comissão de Constituição e Justiça  (CCJ) do Senado, em turno suplementar. Se não houver recurso para votação pelo plenário do Senado, a matéria segue para a Câmara dos Deputados.
O substitutivo de autoria do senador Roberto Requião (PMDB-PR) altera a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997). Inicialmente a ideia da senadora Vanessa Grazziotin era estender aos doadores de campanha, sejam pessoas físicas ou jurídicas, as limitações já impostas aos candidatos pela Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar nº 135/2010). O PLS 60/2012 tratou, assim, de transpor os mesmos critérios de elegibilidade definidos na Lei da Ficha Limpa para classificação de cidadãos e empresas legalmente aptos a investir em campanhas eleitorais.
Sob o argumento de que pessoas jurídicas não têm direito a voto e que, portanto, as eleições são processos com participação direta exclusiva dos eleitores, Requião decidiu pela proibição de toda e qualquer contribuição financeira de empresas a partidos e candidatos.
Quanto às restrições a doações de pessoas físicas, Requião considerou desnecessária a exclusão de doadores ‘ficha suja’ como proposto pelo PLS 60/2012. Atualmente, as doações de cidadãos para campanhas são limitadas a 10% do valor dos rendimentos brutos obtidos no ano anterior. “Considero essa regra aceitável no caso das pessoas físicas, cujas diferenças de rendimento não são, normalmente, tão grandes quanto as diferenças no faturamento das empresas”, justificou Requião.

UESC FECHA DEPOIS DAS 17H DE HOJE E SÓ REABRE DIA 24 DE ABRIL

uesc3
A reitoria da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), comunicou que, devido à situação de instabilidade provocada pela greve da PM, e as consequências de tal em relação à disponibilidade de transporte coletivo, suspenderá as atividades a partir das 17h dessa quarta-feira (16).
A universidade só volta a funcionar na próxima quinta-feira, dia 24 de abril.
Alguns serviços essenciais, a exemplo das pesquisas científicas realizadas na instituição, não pararão. Maiores informações podem ser obtidas no SITE da universidade. 

ÔNIBUS EM ILHÉUS SÓ ATÉ AS 20H

Em comunicado oficial, a Associação das Empresas de Transporte de Ilhéus (Atranspi) e o Sindicato dos Rodoviários, informaram que os coletivos que fazem linha na cidade, devido à paralisação da Polícia Militar da Bahia, só rodarão até as 20h.

 

SEIS MIL HOMENS DO EXÉRCITO JÁ SE ENCONTRAM NA BAHIA PARA REFORÇAR SEGURANÇA

exército brasileiro
O general Racine Bezerra Lima, que comanda o reforço da Força Nacional e Exército que dará aporte à greve da Polícia Militar no Estado, anunciou, em entrevista coletiva concedida por autoridades do governo nesta quarta-feira (16), que seis mil homens já estão no estado e outros 2,5 mil são esperados para os próximos dias.
Tropas de Aracaju, Fortaleza, Recife e São Paulo vão reforçar a segurança na capital baiana.
Apesar de o interior também ser contemplado, de acordo com o general, o reforço se concentrará em Salvador, devido ao maior número de moradores.
O Exército de Salvador já deixou disponíveis seis mil homens para fazer as segurança nas ruas. Também durante a coletiva o procurador do Ministério Público, Márcio Fael, reafirmou a ilegalidade da paralisação, que já foi determinada pela Justiça baiana“A Constituição diz que militares não podem fazer greve”, lembrou.
Em Ilhéus, devido aos conflitos entre agricultores e índios, cerca de 700 homens do exército já se encontravam na cidade há cerca de dois meses. Hoje, alguns deles foram vistos fazendo o policiamento em algumas partes da cidade.

CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR REJEITA PRESTAÇÃO DE CONTAS DA PREFEITURA DE ILHÉUS

COM INFORMAÇÕES DO AGRAVO
merendaEm reunião realizada na manhã dessa quarta-feira (16), o Conselho de Alimentação Escolar do Município de Ilhéus (CAE), rejeitou, através de votação, as prestações de contas da prefeitura. Foram cinco votos contrários e apenas dois favoráveis.
Há alguns meses, após visitas ao Tribunal de Contas do Município (TCM), os vereadores ilheenses Alisson Mendonça (PT) e Lukas Paiva (PMN), descobriram algumas aberrações em relação à compras da merenda escolar no município. Por exemplo: Compra de quantidade absurda de sal e frango, descumprimento das exigências nutricionais do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), sendo servido apenas rosquinha e suco nas escolas, alimento estragando, dentre outros absurdos.
O vereador Alisson afirma que, segundo os números colhidos no TCM, foram gastos com a aquisição da merenda escolar, exatos R$ 1.783.000,00 (um milhão, setecentos e oitenta e três mil reais).
Com isso, segundo o vereador, para dar conta de tanta “merenda”, uma criança teria que comer a cada 20 minutos, um quilo de frango e dois de biscoito, por todos os dias do ano letivo.
Outra aberração foi a constatação da aquisição de 19 mil litros de iogurte, sendo que a secretaria municipal de Educação não possui locais adequados para os seus armazenamentos.
Confiram, clicando nos links, outras matérias onde as estranhezas envolvendo a merenda escolar em Ilhéus foram abordadas:
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2013/07/23/questoes-pessoais-travam-setor-de-merenda-da-prefeitura/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/01/06/rosquinha-e-refrigerante-na-merenda-escolar-de-ilheus/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/02/11/alimentos-apodrecendo-fatos-sem-explicacao-e-obscuridades-rondam-a-merenda-escolar-de-ilheus/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/03/20/merenda-escolar-em-ilheus-o-esquema-das-rosquinhas-continua/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/03/21/prefeitura-de-ilheus-comprou-uma-tonelada-de-sal-para-a-merenda-escolar/

QUADRILHA QUE APLICA GOLPE DO INMETRO CHEGOU EM ILHÉUS

Com a falsa alegação de que mangueiras de gás necessitam de substituição urgente, quadrilha está agindo em Ilhéus.

Com a falsa alegação de que mangueiras de gás necessitam de substituição urgente, quadrilha está agindo em Ilhéus.

Isso foi o que afirmou uma leitora, em contato com a nossa redação.
O golpe, que, inclusive já vem sendo denunciado em propagandas televisivas, segundo ela, é aplicado por uma pessoa que bateu na porta de sua residência, se identificou como sendo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), e pediu para averiguar a mangueira do botijão de gás.
Na suposta fiscalização, o meliante afirma que a mangueira necessita urgentemente ser trocada e oferece uma nova pelo valor de R$ 140, podendo ser dividida em três vezes, na promissória.
A leitora afirmou que encontrou dois cobradores da citada quadrilha, que, ao verem ela, arrastaram o carro e fugiram.
Clique AQUI e veja o vídeo, denunciando o golpe.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia