MARAÚ NOTÍCIAS
Um e-mail enviado pelo Ministério do Planejamento ao vereador da cidade de Maraú, Damião de Brito (PMDB), revela intenção da prefeitura do citado município, construir um resort no povoado de Campinhos. A área, a ser desapropriada, pertence a União e abriga, há mais de 40 anos, 60 famílias, além de uma escola e um posto de saúde.
O local era motivo de uma disputa legal entre o governo do estado da Bahia, através da Companhia de Docas do Estado da Bahia (Codeba) e a Associação de Moradores de Campinhos, que culminou, em 2013, na decisão judicial que pediu a remoção das famílias. Contudo, em reunião ocorrida em 10 de setembro de 2013 entre a Codeba e representantes dos moradores no ginásio de esportes de Maraú, o presidente da estatal, José Muniz Rebouças, declarou que o estado não tinha mais interesse na área, e que estaria encaminhando à Brasília um comunicado informando da decisão.
Desta forma, os moradores aguardavam uma solução favorável a regularização de seus imóveis quando foram surpreendidos ontem (29) pela informação de que havia interesse do executivo municipal em desapropriar o local para dar espaço a um resort.
O vereador Damião de Brito (PMDB) declarou  que está surpreso com a situação. Segundo ele, isto mostra que “o compromisso da atual gestão municipal é atender ao interesse de meia dúzia de empresários ignorando as necessidades da população marauense”.