Acadêmicos de Direito e estudantes do Vitória, acompanhados pelos Profs. Fábio Santos e Paulo Roberto Santos.

Acadêmicos de Direito e estudantes do Vitória, acompanhados pelos professores Fábio Santos e Paulo Roberto Santos.

Este ano, o Projeto Interdisciplinar do curso de Direito da Faculdade de Ilhéus convocou os acadêmicos para uma pesquisa e debate sobre o Plano Diretor Municipal e sua importância social. Coube à turma do primeiro semestre, o trabalho de conscientização social sobre a relevância da gestão democrática com a participação popular na elaboração do Plano Diretor Municipal, visando a elaboração de um plano diretor eficaz para a vida da população local.  
Na tarde da última quarta-feira, um grupo de acadêmicos do primeiro semestre – Alan Oliveira, Cássio Marques, Carine Vinhas, Thais Ribeiro, Iago Barreto, Entony Valença e Hubson Dias -, sob orientação do professor Fábio Santos, especialista em Direito Público e em Docência do Ensino Superior, esteve no Colégio Vitória, localizado no bairro da Conquista, para uma reflexão crítica, com estudantes do 3º ano do ensino médio, sobre o Plano Diretor de Ilhéus, focado na área de Saúde. Vale ressaltar que toda cidade brasileira, acima de 20 mil habitantes, é obrigada a ter um plano diretor.
O evento contou com a presença do professor de Produção de Texto, do Vitória, Paulo Roberto Santos, que também ensina a disciplina Português Jurídico na Faculdade de Ilhéus. O trabalho ganhou acompanhamento também, à distância, da diretora do Colégio Vitoria, Ana Melo Blanes. Na oportunidade, Carine Vinhas e Alan Oliveira fizeram breve exposição sobre os Arts. 45, 46 e 47 do Plano Diretor de Ilhéus, que tratam dos objetivos, das diretrizes e das ações da Política Municipal de Saúde.  
Para chamar à atenção dos estudantes, os acadêmicos de Direito Cássio Marques e Iago Barreto, caracterizados de personagens femininas amadianas, contextualizaram um diálogo sobre a Saúde em Ilhéus, cujas abordagens bem humoradas levantaram aplausos durante todo o esquete. Houve ainda exibição de um filme histórico sobre Políticas de Saúde no Brasil, produzido pela Organização Panamericana de Saúde (OPAS), e distribuição de saquinhos de pipoca. Após a exposição foi entregue um folder que trata de um dos princípios fundamentais (Cap. 1, inciso XIV) “a elevação da qualidade de vida da população, particularmente no que se refere à saúde.”
Na opinião do professor Fábio Santos, que acompanhou o grupo, “o Interdisciplinar de Direito da Faculdade de Ilhéus é muito importante que aconteça porque estimula os jovens acadêmicos a pegarem uma legislação e torná-la pública e acessível à sociedade”. O curso de Direito da Faculdade de Ilhéus é coordenado pela professora Daniela Haun.