WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas Neste site
abril 2014
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: 6/abr/2014 . 18:14

COLO-COLO VENCE MAIS UMA E ITABUNA PERDE

colo-coloO time do Colo-Colo venceu sua terceira partida na segunda divisão do campeonato baiano de futebol. A vítima da vez foi o Ipiranga, que, jogando em casa, no estádio Junqueira Ayres, em São Francisco do Conde, foi derrotado pelo Tigre pelo placar de 1 a 0.
Com esse resultado, a equipe ilheense divide a liderança do campeonato, juntamente com o Flamengo de Guanambi. Os times somam 10 pontos, sendo que o Fla, no critério de desempate, leva vantagem pelo maior número de gols marcados.
O Colo-Colo volta a campo no próximo sábado (12), quando enfrentará, em casa, o Jequié. 
ITABUNA – Já o Itabuna amargou mais uma derrota, dessa vez de virada, por 2 a 1, contra o Flamengo de Guanambi.
O Azulino Grapiúna jogará no próximo sábado, às 20h, contra o Atlético.

MINISTÉRIO ANUNCIA 47 MIL VAGAS PARA CONCURSOS EM TODO PAÍS

concurso1 (1)Está na hora de se preparar para as 47.112 vagas anunciadas pelo Ministério do Planejamento na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2014, já sancionada pela presidente Dilma Rousseff.
As vagas federais englobam os três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e são relativas a cargos vagos já existentes, sendo que 42.353 poderão ser aproveitadas para o atendimento de demandas dos órgãos por novos quadros de pessoal e outras 4.759 estão reservadas, em separado, para concursos com a finalidade específica de substituição de terceirizados, informou o Ministério, por meio da sua assessoria de imprensa.
“As seleções de 2014 visam a recomposição da força de trabalho em áreas de atuação estratégica, tais como segurança pública, infraestrutura, saúde, educação, formulação de políticas públicas e gestão governamental”, reforçou em nota.
A Prefeitura de Fortaleza informou que estão em análise concursos para o Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor); Instituto Municipal de Pesquisas Administração e Recursos Humanos (Imparh); Secretaria Municipal da Educação (SME); Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), além do Instituto Dr. José Frota (IJF).
O Governo do Estado ainda não definiu quais certames serão realizados neste ano, conforme a assessoria de imprensa da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag).
 Garanta uma vaga – O diretor pedagógico do Tiradentes Concursos, Vanderlan Feijó, argumenta que três características são essenciais para quem deseja garantir, pelo menos, uma dessas vagas: disciplina, foco e perseverança.
Seja estudando em casa ou em cursos preparatórios, o candidato precisa saber administrar o tempo e selecionar apenas o conteúdo efetivamente cobrado no edital. “É por isso que é tão difícil estudar por conta própria. Já vi inúmeros casos de pessoas que estavam estudando tópicos que dificilmente caem nas provas, e o pior, coisas que sequer estavam no programa”, explica Giovanna Carranza, professora do Master Concursos.
“O cursinho é vantajoso porque já fornece o material selecionado por professores da área, os quais conhecem os macetes de cada instituição elaboradora das provas. Estudar em casa deveria ser apenas um complemento das horas em sala de aula”, aponta Vanderlan.
O especialista ressalta que ter uma rotina de estudos é definitivo. Enquanto os concursos considerados mais fáceis exigem cerca de três horas diárias de estudo e três meses de aulas, os mais difíceis podem exigir do candidato mais de cinco horas diárias e até dois anos de preparação.

ENQUANTO ISSO… EM ALGUM SUPERMERCADO DE ILHÉUS

Nem sempre abreviar é a melhor solução. Quando não há jeito, o bom mesmo é prestar bastante atenção para evitar pérolas como essa, do supermercado Meira. O flagra é de Marco Maron, no facebook.

Nem sempre abreviar é a melhor solução. Quando não há jeito, o bom mesmo é prestar bastante atenção para evitar pérolas como essa, supostamente de um supermercado de Ilhéus. O flagra é de Marco Maron, no facebook.

EMPRESA NEGA TRABALHO ESCRAVO EM TRANSATLÂNTICO

CORREIO

mcs-fantasiaA empresa MSC Crociere negou no sábado (5), por meio de nota, que tenha submetido trabalhadores a condições análogas a de escravos em seus navios no Brasil. Na última terça-feira (1), a Secretaria de Inspeção do Trabalho, do Ministério do Trabalho, resgatou 11 profissionais que estariam sendo submetidos a jornadas exaustivas e também não teriam direito a folgas.
Segundo nota da empresa, durante a temporada 2013/2014, seus quatro navios que estiveram no Brasil passaram por “intensas e repetitivas” inspeções do Ministério do Trabalho e, além disso, o órgão teve acesso a “milhares de folhas de documentação” e entrevistou tripulantes. Depois desses procedimentos, diz a nota da MSC, foi solicitado o desembarque de 13 tripulantes sob a alegação de irregularidades na jornada de trabalho, sendo que dois decidiram permanecer a bordo.
 “A MSC Crociere está em total conformidade com as normas de trabalho nacionais e internacionais e está pronta para colaborar com as autoridades competentes. Sendo assim, a MSC repudia as alegações feitas pelo Ministério do Trabalho e Emprego, do qual não recebeu nenhuma prova ou qualquer auto de infração”, diz nota da empresa.
No documento, a MSC Crociere informa ainda que os navios em operação no Brasil empregam 4.181 tripulantes, dos quais 1.243 brasileiros.
Em ação conjunta do Ministério Público do Trabalho, da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, da Polícia Federal, dentre outros órgãos federais, foi constatado que tripulantes do navio de cruzeiro MSC Magnífica estavam trabalhando cerca de 200 dias sem nenhum dia inteiro de folga.
Eles trabalhavam cerca de 11 a 16 horas. Os períodos de descanso eram interrompidos por treinamentos e outras atividades. O Ministério do Trabalho apurou ainda que os funcionários eram submetidos a pressões psicológicas dos “capos”, nome dados aos chefes.

MARCELO NILO ABRE CAMINHO PARA APOIAR RUI COSTA

Marcelo Nilo.

Marcelo Nilo.

Após ver naufragar o anseio pela vice na chapa do pré-candidato ao governo, Rui Costa (PT), o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), dá sinais de que vai buscar valorizar mais as condições do seu partido para as eleições de outubro. O dirigente do Legislativo almoçou ontem com o postulante petista e vai avaliar junto com o PDT qual caminho o partido seguirá no pleito, embora deixe claro que a perspectiva é de continuidade na base de sustentação ao governo Wagner.
“Estou refletindo e avaliando a nossa posição política. Em nenhum momento disse o que vou fazer. É óbvio que em nenhum momento penso em mudar de lado, mas quero saber a minha participação na campanha e no governo. Eu tenho um grupo político. Estão do meu lado 51 prefeitos, tenho história, tenho 140 mil votos, seis mandatos de deputado estadual, quatro de presidente da Assembleia”, disse Nilo, ontem em entrevista à rádio CBN Salvador.
O deputado evidenciou que um apoio mais incisivo na campanha de Rui vai depender do “acordo político”. “Minha ideia é decidir próximo à Copa do Mundo, mas em política podemos antecipar. Vou negociar politicamente. Passei esses três anos e meio sem pedir nada ao governo. Não tem uma obra indicada, nenhum cargo foi indicado por mim porque fiquei esse período querendo ser governador e querendo ser vice. Mas, agora vou procurar de forma mais pragmática, pois acho que na política temos sempre que nos valorizar”, enfatizou.
Dando sinais de que ainda ficaram ranhuras nas relações políticas, o pedetista disse que nos processos políticos de 2016 e 2018 não irá cometer o que classificou de “equívocos”. “Não vou acreditar mais que em política amizade pesa, coerência pesa, fidelidade pesa e lealdade pesa”. Questionado sobre a hipótese de ir para a oposição, Nilo citou conversas com o prefeito ACM Neto (DEM), o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). “Fiquei feliz por ter sido reconhecido pelo meu trabalho político, agora minha prioridade é continuar na base política do governo Jaques Wagner”, disse, considerando que caso fosse apoiar a senadora Lídice da Mata, pré-candidata ao governo, “não estaria mudando de lado, pois sempre fomos do mesmo lado. É uma pessoa que é muito mais de esquerda que eu”. Apesar de voltar a destacar a insatisfação com o processo de escolha conduzido pelo governador, o presidente  disse que há um “esforço” de ambos para que a relação se recomponha.  

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA LANÇA CAMPANHA CONTRA O “MAIS MÉDICOS”

O Conselho Federal de Medicina (CFM) lançará uma campanha publicitária em ofensiva contra o programa do governo federal Mais Médicos.
Anúncios em jornais, revistas rádio e TV trarão imagens de enfermarias lotadas, pessoas deitadas no chão e infiltrações em hospitais para mostrar “a crise grave na saúde do Brasil”.
As fotos foram feitas durante fiscalizações de entidades de classe em nove estados e defenderão o slogan “Este é o retrato da saúde no Brasil. Virar o rosto não vai resolver o problema”.
O CFM defende que os profissionais de saúde brasileiros foram, injustamente, acusados de ser “elitistas” por resistir à vinda de médicos cubanos ao país.
Os textos afirmam que eles enfrentam situações difíceis, o que os impede de praticar boa medicina, com atendimento digno e humano à população.

SBT TIRA SHEHERAZADE DO AR

Rachel-Sheherazade-1Pressionado por comissões parlamentares e pela ameaça de perder mais de R$ 150 milhões em verbas publicitárias governamentais, o SBT decidiu retirar –ao menos temporariamente– a âncora e comentarista Rachel Sheherazade do ar.
A desculpa oficial da emissora é de que a jornalista está em férias, mas isso não é verdade. Sheherazade já havia tirado suas férias em janeiro, quando viajou a Paris.
O SBT também está sob investigação pela Procuradoria Geral da República, por suposta apologia ao crime.
Rachel ficou na berlinda em fevereiro, quando justificou a ação de uma milícia no Rio que acorrentou um suposto infrantor a um poste. Embora boa parte dos comentários tenham sido favoráveis à jornalista, a opinião caiu pessimamente entre grupos de direitos humanos.
Oficialmente, o SBT afirma que ela voltará ao trabalho no próximo dia 14 de abril. No entanto, no final de março, a própria jornalista comentou que seus dias na TV “estão contados”.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia