WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


secom bahia

secom bahia

camara ilheus







turkeynet

casa melo

agua mineral gabriela

auto escola brandao

whatsapp ilheus 24hs
março 2014
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

luan carlos music

uniasselvi

achados ilheus

ilheus 24h



1964 FAZ ANIVERSÁRIO PORQUE AINDA ESTÁ ENTRE NÓS

GABRIEL NASCIMENTO
Gabriel Nascimento é professor.

Gabriel Nascimento é professor.

No próximo dia 01 de abril o Brasil comemora (comemora?) 50 anos do golpe de 1964, um conjunto de ações orquestradas pelo empresariado nacional com participação da classe média, dos políticos comprados pelo mega mensalão da ditadura e com execução efusiva dos militares e apoio dos Estados Unidos e sua quarta frota na realização que levou o país a uma ditadura violenta durante 21 anos. O fato de comemorar significa dizer, de modo proposital, que é preciso lembrar do passado e o que ele representou para a memória coletiva. Isso significa dizer que esse dia cruel inaugurou um ciclo de perseguições e amordaçamento de direitos políticos dos cidadãos, fundando instituições assassinas, como o DOPS/DOI-CODI, em nome desse regime de exceção para prender, torturar e matar os opositores. Foi o que aconteceu depois do AI-5, precisamente, formalizando o período mais cruel por qual passou este país enquanto república.
Porém, o ato de comemorar nos remete à ideia de que o regime foi bom para o país. Em tempo de completar 50 anos de seu golpe precursor, a ditadura militar brasileira ainda não foi esclarecida e nem repudiada pelas autoridades a ponto de reparar essa história. O ato de comemorar nos remete à ideia de um passado que ainda não foi desenterrado. Em tempo de completar 50 anos, as Forças Armadas, executoras e mantenedoras da ditadura, nunca pediram desculpas à sociedade por instaurar no país um regime ilegítimo, para não dizer ilegal. Militares que prenderam, torturaram e assassinaram militantes de todos os setores ainda estão por aí gozando de suas patentes, atuando nos mais diversos setores ou aposentados em suas mansões na Asa Norte de Brasília. E, pior: existe um silenciamento por parte de todos, desde a esquerda amedrontada que conseguiu chegar a um governo civil popular, com um ex-metalúrgico e a primeira mulher presidenta, ambos perseguidos pelo regime, até a direita fascista que apoiou o regime e hoje se diz defensora árdua da democracia.
Há um silêncio sem precedentes da imprensa, que continua em silencio desde o dia que chamou esse regime de “revolução” e emprestou carros para os torturadores, como é o caso da Globo, Folha e Estadão. Há muito que explicar sobre os atores do golpe. Roberto Carlos, Pelé e Xuxa não são “reis” à toa. A Globo não é dona de um verdadeiro reinado à toa. Quem se calou e abanou o rabo, ou mesmo ajudou o regime, foi premiado pelos militares assassinos e continua com as mesmas garantias de seus privilégios, se dizendo hoje defensores da democracia. É o caso da mídia fascista e dos civis que, hoje políticos da direita, fazem discursos bonitinhos de apoio a governos civis, candidatam-se a governos civis, mas não passam de filhotes da ditadura. Partidos como PP, PMDB, PSDB e DEM estão cheios dessas raposas.
O que parece ao leitor desatento desse processo é que esses setores de direita, bonzinhos, nada têm a ver com um regime sanguinário implantado ilegitimamente no país há 50 anos. Enquanto a esquerda não trabalhar para esclarecer esse processo, com instrumentos mais rígidos do que a Comissão Nacional da Verdade (o que pode servir como um belíssimo começo de esclarecimento), a Globo passará a ideia de uma esquerda golpista, quando na realidade é a direita que tem participação efetiva em todos os processos autoritários e golpistas que remontam a história do Brasil.
1964 faz aniversário porque ainda não se foi: está no fascismo antiparditário dos Black Blocs, no discurso atrasado habitual da classe média, nos grupos universitários autodeclarados de direita que começam a crescer e no colarinho incolor-fisiológico do PMDB. Essa cena preocupante poderia ter sido evitada de diversas formas, e a primeira delas, através do STF, foi a que mais decepcionou a todos. Em 2010, o Supremo Tribunal Federal negou recurso interposto por torturados que pediram para que fosse revista a lei de Anistia (a lei pela qual os militares se autoanistiaram e conseguiram se manter livre do princípio das condenações por causa do regime). É preciso lembrar que esse mesmo STF abanou o rabo para os militares e se calaram diante do golpe.
Esses são sinais inequívocos de que nossa democracia caminha mal e precisa ser fortalecida. Não podemos aceitar que a ampla população brasileira mais pobre não tenha sido até hoje esclarecida sobre o que esse período de exceção representou para as pessoas mais carentes: milhões de mortos de fome durante os 21 anos de regime. Os governos civis têm aparelhos de comunicação dos mais diversos e, já que perderam no judiciário filhote da ditadura, é preciso fazer com que a população compreenda o atraso que esses 21 anos causaram ao Brasil, como o assassinato da educação nacional, o autoritarismo etc. A Comissão Nacional da Verdade é um excelente instrumento, embora saibamos que não tem valor judicial e nem apoio do judiciário filhote da ditadura, mas precisa ser aprimorada com reforço do legislativo.
O passado cruel da ditadura não pode ser esquecido, como se esse fosse o acordo de vergonha a ser cumprido perante os militares, como se a democracia brasileira fosse ela própria anistiada pelos militares assassinos, estupradores de mulheres, torturadores de crianças. Nesse sentido, cabe lembrar o passado cruel a cada minuto e exigir de nossas autoridades legislativas a revogação da Lei de Anistia, para que os militares assassinos, ainda vivos e gozando de suas patentes e colocações, sejam presos e condenados. Com uma Marcha pela Família com Deus pela Tradição e Propriedade marcada para o dia 22 de março, grupos conservadores se multiplicando e um passado não explicado, pelo visto só os militares assassinos terão muito o que comemorar no dia 01 de abril, pois continuam vitoriosos, sem qualquer punição.

12 respostas para “1964 FAZ ANIVERSÁRIO PORQUE AINDA ESTÁ ENTRE NÓS”

  • Joel says:

    Caro Gabriel, vc desconhece completamente a historia do nosso Brasil.Vá estudar mais um pouco sobre a verdadeira historia que passamos no anos 60.
    Os que hoje se acham heróis, queriam na verdade dá um contra-golpe para tomar o poder e transformar o nosso Brasil,num regime comunista. O objetivo não era devolver ao presidente deposto a presidencia da república, mas transformar o Brasil num regime comunista sanquináro aos moldes que è Cuba hoje,vc tem idéia de quantos cubanos morreram no chamado “paredon”? porque Fidel não devolveu ao povo cubano a democracia prometida. Porque até hoje existem presos nas masmorras cubanas? ora, ora me diga porque cubanos fogem de Cuba? é porque lá é maravilhoso e eles não gostam de vida maravilhosa? quantos brasileiros fugiram do Brasil? me aponte um só. Quem saiu do Brasil foi por sua vontade própria,popis graças ao nosso bom Deus, os ateus-comunistas não conseguiram êxito na sua tentativa de nos tansformar num país sanguinário com “paredons” matando brasileiros.
    A marcha da família com Deus ,será bem vinda, pois a maioria dos brasileiros acreditam em Deus e com certeza não vamos deixar que os comunistas logrem êxito, pois o Exército nos devenderá cumprindo o que determina a carta magna do nosso país, que é devender a pátria.
    Portanto vamos todos no dia 22/02/2014 para marcha da família com Deus, pela liberdade e pela democracia.
    Joel

  • Ilheense says:

    Sr Gabriel,

    sugiro que volte ao banco da escola e aprenda um pouco mais da historia brasileira.
    Desconstruir o que se construiu com o esforço e dedicacao de muitos brasileiros, a verdade é que este partido que no momento esta no poder, é muito irresponsabilidade ,sem limite!

    Sem duvida, erros foram cometidos e de ambos os lados, mas pode ter certeza que o outro lado, eram tao ou mais violentos.

    Um dia ainda teremos saudades dos militares, alias eu ja sinto saudades , afinal, veja se nos dias atuais alguem se sente seguro nas cidades brasileiras?? e pode ter certeza que este é apenas o inicio desta tentativa em tentar transformar o Brasil numa ditadura a exemplo de Cuba.

  • NOIS LERGAL says:

    TU TA PENSANDO DE OS OLHOS É PRIVADA?

  • guimaraes says:

    Vimos a retirada dos militares de Ilhéus que vieram fazer o que????? os pseudo índios tupinambás, botaram pra correr a PH, a PM, A Forna Nacional e agora o nosso exercito que uns dizem sentir falta.
    Os militares devem perder o medo e mostrar a historia e dizer o que aconteceu comk os presos políticos, que não tinham armas , tinham sim maquina de escrever.
    Esse negocio de falar de comunistas é conto da carochinha.

  • jorge says:

    Gabriel o que vc queris é esta bagunça que tá ai? leia os comentarios acima e recicle olhe o q o PT comunista tá fazendo em Cuba pagando as custas do apoio q receberam na melhor epoca do pais

  • Dirce Leandra da Silva Santos says:

    Prezado Joel,
    nesse caso é bom que vc volte aos bancos da escola. Vc e todos esses reacinhas. O tal contragolpe que vcs falam não passa de uma loucura da cabeça de vcs porque não há prova cabal disso, nenhum historiador sério aprova ou publica sobre esse tipo de coisa. Afinal, qual são as suas refer~encias? As do senso comum, neh? Vai estudar, rapaz

  • Paulo Oliveira says:

    Que texto mais sem noção,parece que está mais de vinte anos atrasado. O leitor deste site não é massa de manobra que não pensa e sabe que a Anistia foi ampla, geral e irrestrita, não cabendo mais nada a fazer quanto a isso, pois ocorreram assassinatos e outros crimes dos dois lados. Quanto a Marcha, é uma manifestação democrática e os que desejam, podem e devem se manifestar, pois pelo que vejo atualmente tem muitas viúvas do muro de Berlim atualmente no país que tem saudades de regimes ditatoriais e sanguinários já comprovadamente falidos, sendo os que ainda perduram precisam da doação de dinheiro de governos irresponsavéis, incompetentes e corruptos como este da quadrilha do mensalão que envia o nosso dinheiro para Cuba via doação direta como o Porto e o dinheiro desviado dos explorados pseudo-médicos cubanos (mais de 70 milhões de reais por mês).

  • Dirce Leandra da Silva Santos says:

    Atrasado é o seu discurso. Em primeiro lugar, onde está a anistia ampla e irrestrita? A que anistia somente militares e lambe-botas que torceram o rabo pro regime? Que anistia os assassinos desse regime que nem sequer podem ser julgados no regime democrático, como deveriam? Essa anistia, inclusive, é um golpe condenado pela própria OEA, a Organização dos Estados Americanos, Ganriel esqueceu de mencionar. É o seu discurso que está atrasado pelo menos uns 20 séculos. quem tem saudade de regimes ditatoriais são vcs defendendo autoanistia de militar porco, assassino que fez o que bem quis, inclusive tudo que era de corrupção nesses anos de ditadura. Vc são viúvas da ditadura, viúvas do regime, é isso.

    • Paulo Oliveira says:

      Ad hominem detectado – Sem argumento, anistia foi para todos, inclusive para a guerrilheira que está no poder e os verdadeiros homens que lutaram contra a ditadura e por um pais democrático (Brizola, Fernando Henrique e alguns outros….). Os que estão no poder são canalhas corruptos e se estivessem até na China comunista seriam fuzilados….

  • Dirce Leandra da Silva Santos says:

    Quanto a marcha, ela é antidemocrática por natureza porque exije intervenção militar, e intervenção militar nada tem a ver com democracia, intervenção militar é quando as forças armadas tomam o poder.

  • Nicolau says:

    ARTIGO DE UM IDIOTA QUE ACHA QUE OS MILITARES NÃO TIVERAM O QUE FAZER EM 1964, E DERAM “GOLPE” SÓ ASSIM POR NADA E POR BRINCADEIRA!!! PARASITAS NÃO GOSTAM DE REGIME MILITAR!!!

Deixe seu comentário





dom eduardo

lm mudancas

fale conosco













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia