teatroA secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) de Ilhéus, em parceria com a Associação Comunidade Tia Marita, desenvolveu o Projeto Teatro Jovem. A iniciativa contemplou adolescentes assistidos pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) dos bairros da Barra e do Malhado, além de jovens das comunidades do Banco da Vitória, Nossa Senhora da Vitória, Teotônio Vilela e de Olivença, mantidos pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) local.
A primeira etapa teve duração de três meses e serviu como piloto para a segunda fase, cuja data ainda será definida. O Teatro Jovem manteve dois encontros semanais com oficinas teatrais. “A proposta é encorajar os alunos a participar da ação dramática, em que os temas propostos sejam escolhidos pelo grupo. Além disso, a ideia é estimular cada jovem a encontrar soluções e idealizar modos para confrontar a realidade”, informou Pawlo Cidade, coordenador pedagógico do projeto.
A metodologia aplicada é baseada no teatro-fórum, onde o aluno é protagonista de história. “Em uma cidade onde os índices de violência têm alcançado números alarmantes, causados pelo uso de entorpecentes, ociosidade do jovem ou por motivos banais, o teatro surge como alternativa promissora para proporcionar o aumento da auto estima dos jovens e aprimorar a habilidade de se socializar”, ressaltou.