WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba prefeitura ilheus secom bahia solidaria Neste site
fevereiro 2014
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

:: 12/fev/2014 . 13:56

DEPUTADOS DENUNCIAM RAQUEL SHEHERAZADE À PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA

Jornalista é acusada de fazer apologia o crime, à tortura e ao linchamento.

Jornalista é acusada de fazer apologia ao crime, à tortura e ao linchamento.

A bancada do Psol no Congresso e dois deputados petistas entraram, nesta terça-feira (11), com uma representação na Procuradoria-Geral da República contra a jornalista Rachel Sheherazade e o SBT por apologia ao crime, à tortura e ao linchamento. O grupo foi recebido esta tarde pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a quem caberá dar andamento à denúncia. Janot se comprometeu a designar um procurador para investigar o caso.
 “A violência é feita em palavras pela Sheherazade tentando justificar uma violência absurda. E ela diz isto num meio de comunicação que é uma concessão”, afirmou o líder do Psol na Câmara, Ivan Valente (SP). “A liberdade de imprensa, que é importante e necessária, não poder ser refúgio de declarações irresponsáveis”, acrescentou o deputado.
Além de Ivan Valente, também assinam a representação os deputados Chico Alencar (Psol-RJ), Jean Wyllys (Psol-RJ), Erika Kokay (PT-DF) e Renato Simões (PT-SP), além do senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP) e da representante do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação Beatriz Barbosa. Também participaram do encontro com o procurador-geral o jornalista Jonas Valente, do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, e o deputado Domingos Dutra (SDD-MA), ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.
Na edição do último dia 4 do jornal SBT Brasil (veja o vídeo), ela exaltou o comportamento de um grupo de pessoas que resolveu punir a seu modo um adolescente de 16 anos acusado de cometer furtos no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ). O rapaz foi preso nu a um poste, com o pescoço acorrentado por uma trava de bicicleta, teve parte da orelha cortada e só foi libertado depois que uma moradora da região chamou os bombeiros para soltá-lo.

AFINAL DE CONTAS, O QUE SÃO DIREITOS HUMANOS?

YOUTH FOR HUMAN RIGHT/ INDICADO POR JACSON CUPERTINO

Enquanto alguns dicionários definem a palavra “direito” como “um privilégio”, quando usada no contexto dos “direitos humanos”, estamos a falar de algo mais básico.
Todas as pessoas estão intituladas a certos direitos fundamentais, simplesmente pelo facto de elas serem um ser humano. Estes são chamados de “direitos humanos”. Eles não são apenas privilégios, que podem ser tirados por capricho de alguém.
São “direitos” porque são coisas que lhe são permitidas ser, fazer ou ter. Estes direitos estão aí para a sua proteção contra pessoas que poderão querer prejudicá-lo ou magoá-lo. Estão também aí para nos ajudar a darmo-nos bem uns com os outros e a viver em paz.
Muitas pessoas sabem algo sobre os seus direitos. Geralmente elas sabem que têm o direito à alimentação e a um lugar seguro onde ficar. Elas sabem que têm direito a serem pagas pelo trabalho que fazem. Mas, para além disso, existem muitos outros direitos.
Quando os direitos humanos não são bem conhecidos pelas pessoas, abusos como a discriminação, a intolerância, a injustiça, a opressão e a escravidão podem surgir.
Nascida das atrocidades e da enorme perda de vidas durante a II Guerra Mundial, a Declaração Universal dos Direitos do Homem das Nações Unidas foi assinada em 1948 para estabelecer uma compreensão comum sobre o que são os direitos de todos nós. Ela forma a base para um mundo construído sobre a liberdade, a justiça e a paz.
Clique no “Leia Mais” e confira a Declaração Universal dos Direitos dos Homens em um formato mais simplificado.
:: LEIA MAIS »

ILHÉUS TEM VAGAS DE EMPREGO PARA ESTA QUINTA-FEIRA

Se você procura emprego, fique ligado ao Ilhéus 24h. Diariamente, divulgaremos as vagas disponíveis no Sine Ilhéus.
Para tentar um dos postos disponíveis para quinta-feira (13), basta ir à agência da cidade, que fica na sala 13 do SAC, Centro.
É necessário levar carteira de trabalho, RG, CPF e comprovante de residência. O atendimento começa às 07h. Boa sorte.
Cozinheiro
Formação: Ensino Fundamental Incompleto
6 meses de experiência
2 vagas
Aprendiz de Gente e Gestão
Formação: Ensino Superior Incompleto
Até o 3º semestre de Administração
Jovem Aprendiz
1 vaga
Clique no leia mais e confira outras vagas.
:: LEIA MAIS »

IFBA DIVULGA LISTA DE APROVADOS EM SEGUNDA CHAMADA

ifbaO campus de Ilhéus do Instituto Federal de Educação da Bahia (IFBA) divulgou, nesta quarta-feira (12), a segunda chamada dos aprovados no processo seletivo de 2014.
Para a forma integradaClique aqui.
Para a forma subsequenteClique aqui e confira o resultado.
Para a efetivação da matrícula, o candidato deve comparecer no setor de protocolo do Campus Ilhéus entre os dias 13, 14, 17 e 18 de fevereiro de 2013, das 8h às 12h e 13h às 17h. A documentação necessária você confere ao clicar no leia mais.
:: LEIA MAIS »

AGORA VAI JABINHO?

Vai ter dinheiro? Vai! Vai ter projeto? Veremos!

Vai ter dinheiro? Vai! Vai ter projeto? Veremos!

Acabou o chororô!
A prefeitura de Ilhéus foi retirada da lista de inadimplentes da União, algo como o SPC das prefeituras. A inclusão na lista negra se deve, segundo a secretaria de comunicação, a falta de prestação de contas por parte de ex-gestores. Agora, o município pode receber verbas do governo federal para obras diversas, como saneamento e infraestrutura. 
Anote aí: a União tem bilhões de reais para convênios, bastam projetos.
Se a secretaria de planejamento, comandada pelo ex-reitor da UESC, Joaquim Bastos, funcionar e o prefeito se mover, a coisa pode avançar. Grife “pode”, em Ilhéus, não existe certeza.

HOMENS DO EXÉRCITO DESEMBARCAM EM ILHÉUS

Desembarque em Ilhéus. Registro do repórter Oziel Aragão.

Desembarque em Ilhéus. Foto: Plantão Itabuna.

Como anunciado ontem (terça, 11) pelo ministro da justiça, José Eduardo Cardozo, cerca de 100 homens do exército desembarcaram agora pouco no aeroporto de Ilhéus e serão enviados à cidade de Buerarema, que viveu, ontem, um dia tenso por causa da morte de um líder rural, lembre aqui.
O envio das forças armadas atende a um pedido do governador Jaques Wagner. A região vive momentos tensos devido ao acirramento das disputas de terras entre agricultores e índios tupinambá, acusados de invadir propriedades e usarem da violência.
Até a última semana, agentes da força nacional faziam a segurança na Serra do Padeiro, área comum às cidades de Ilhéus, Una e Buerarema e alvo de um processo de demarcação para cessão ao povo indígena.
A presença da força nacional garantia, desde o ano passado, certa tranquilidade à região, cessada após o desmonte das bases de segurança.
A atuação do exército na cidade ainda não está definida. 

PEDRADA ACERTA PROFESSOR DENTRO DE ÔNIBUS EM ILHÉUS

Sobrou para o professor Antônio Venefrides a fatura do apedrejamento a um ônibus da empresa Viametro, na noite de ontem (terça, 11), na zona norte de Ilhéus. 
Segundo relato, a pedra foi lançada contra o veículo quando passava pelo Sesi, no bairro do Iguape. O ônibus seguia para Sambaituba. 
A pedrada acertou a cabeça do professor, que foi levado ao Hospital Regional e já está em casa. No último fim de semana, um homem morreu ao ser atingido por uma bala perdida no ônibus da mesma linha.

BUERAREMA: FAMÍLIA AINDA AGUARDA LIBERAÇÃO DO CORPO DE AGRICULTOR

Juraci, em destaque na foto.

Juraci, em destaque na foto.

Depois de um dia de intensos protestos, confrontos diretos com a polícia e de quebra-quebra em Buerarema, familiares e toda a cidade ainda aguardam a liberação do corpo do agricultor Juraci Santana, líder do Assentamento Ipiranga, em Una.
Juraci foi assassinado a tiros, dentro de casa, na madrugada de terça-feira (11). Segundo informações da esposa da vítima, ele sofria ameaças há algum tempo.
A morte do assentado levou cerca de 5 mil moradores de Buerarema a fechar, durante toda terça, a BR-101, no trecho que dá acesso à cidade. O fechamento levou ao confronto entre manifestantes e policiais militares da tropa de choque. 
A região de Buerarema é o centro da disputa de terras entre pequenos produtores e índios tupinambá, apontados como responsáveis pela morte de Juraci Santana.
Na última semana, a Força Nacional de Segurança deixou a área, o que levou os indígenas a invadir novas propriedades. Ontem, o governador Wagner pediu ao ministro da justiça, José Eduardo Cardozo, garantias da manutenção da ordem. O governo federal deve enviar homens das forças armadas para a região.
O corpo do líder do assentamento ainda está no Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus e deve chegar a Buerarema na tarde desta quarta (12). O velório deve acontecer no ginásio de esportes da cidade.
Ao ILHÉUS 24H, a agricultora Eliane, integrante da associação de pequenos produtores da região, informou que o dia começou tranquilo na cidade, apesar do saque a um posto de gasolina e  depois de duas agências bancárias serem apedrejadas na madrugada.
De acordo com Eliane, não há qualquer manifestação marcada para hoje, mas, como a comoção pela morte de Juraci Santana é grande, é possível que o povo volte às ruas e que a situação volte a ficar tensa.

SUSPEITO DE MATAR CINEGRAFISTA COM ROJÃO É PRESO NA BAHIA

CORREIO
Caio foi preso na Bahia.

Caio foi preso na Bahia.

O suspeito de acender e lançar o rojão que matou o cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade, durante manifestação na última quinta-feira (6), no Rio de Janeiro, foi preso durante a madrugada em Feira de Santana, que fica a 109 quilômetros de Salvador.
Caio Silva de Souza foi detido, pelo titular da  Delegacia de São Cristóvão (Rio de Janeiro), Maurício Luciano de Almeida e Silva – que está investigando o caso – e outros três agentes. A namorada de Caio também acompanhou a prisão. Segundo a TV Globo, foi ela quem convenceu ele a desistir da fuga, desembarcar em Feira e se entregar.
Em uma delegacia da capital baiana, Caio falou à imprensa e disse que não sabia que tinha acendido um rojão, mas outro artefato de menor potência. Ele lamentou a morte de “um trabalhador”.
Caio estava na Pousada Gonçalves, que fica ao lado da rodoviária da cidade, e não resistiu à prisão. Um mandato de prisão, pelo crime de homicídio doloso qualificado por uso de explosivo, foi expedido na segunda-feira (10) pela Justiça do Rio de Janeiro. Ele estava tentando chegar na casa do avô no Ceará.
O suspeito já foi levado pela polícia no início da manhã para o Rio de Janeiro, com chegada prevista no aeroporto do Galeão às 9h (horário de Brasília). De lá, Caio será levado para a Cidade da Polícia, no Jacarezinho. Fernando Veloso, chefe da Polícia Civil do Rio, disse que imagens de câmeras de segurança mostram Caio participando de outros atos criminosos durante a manifestação.
A polícia chegou a Caio Souza depois dele ter sido apontado pelo tatuador Fábio Raposo como o responsável por acender e lançar o artefato que provocou a morte do cinegrafista da Band. Raposo confessou ter entregado o explosivo a Caio, está preso e também foi indiciado por homicídio doloso qualificado por uso de explosivo.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia