Preso em Feira
O município baiano de Feira de Santana, conhecido por ser um dos maiores polos do Brasil de comercialização de produtos “made in China”, foi foco das atenções da imprensa nacional hoje.
Foi lá, na cidade do famoso Feiraguay (comércio popular famoso pelos itens nada confiáveis), que a polícia encontrou na madrugada de hoje, Caio Silva de Souza, acusado de ter sido o responsável por acender o rojão que matou o cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago Andrade.
Porém, repercute bastante nas redes sociais, imagens que supõem que a pessoa flagrada acendendo o rojão durante as manifestações no Rio de Janeiro na semana passada, literalmente não é a mesma que foi presa na cidade baiana.
As diferenças, há de se convir, são evidentes.
Ante tal dúvida que paira na grande rede, eis que questionamos: Seria o “black block” detido em Feira, mais um caso de falsificação?
Eis a questão.