rachel
O jornalismo do SBT, que antes era considerado o de maior imparcialidade na TV brasileira, está cada vez mais associado a um pensamento de direita, por conta da figura de Rachel Sheherazade.
Nesta semana, após a entrevista que ela deu a um jornal impresso na qual defendeu o deputado Feliciano e depois de seus comentários sobre a polêmica dos “rolezinhos”, a situação azedou de vez.
O núcleo de jornalismo da emissora anda insatisfeita com a colega.
Como ela é protegida de Silvio Santos por causa da repercussão que suas declarações têm, ninguém tem coragem de tirá-la do ar.