gedel (1)Em cenário muito pouco provável, o secretário nacional do PMDB e presidente do partido na Bahia, Geddel Vieira Lima, seria candidato ao Senado na chapa da oposição encabeçada pela possível candidatura do ex-governador Paulo Souto, do DEM.
A informação é do jornal Correio Braziliense.
“É cada vez mais forte a certeza de que o ex-governador Paulo Souto, do DEM, concorrerá ao governo estadual contra o PT este ano”, escreve Denise. Ainda de acordo com a jornalista, “ao PSDB caberia a vice, mas o tema ainda está em aberto”.
Apesar da segurança nas afirmativas de Rothenburg, cenário desenhado por ela é bem improvável. Primeiro porque Geddel não aceitaria adiar seu projeto de disputar o governo da Bahia contra o PT de novo.
E segundo porque ACM Neto, também muito dificilmente quebraria acordo feito com o PMDB em 2012, quando ele se elegeu prefeito com apoio de Geddel e prometeu apoio do DEM à sua candidatura em outubro próximo. Mas como em política não há cálculo exato, a jornalista pode estar correta. É aguardar para ver.