civilOs policiais civis da Bahia decidiram, em assembleia na manhã de terça-feira (3), paralisar as atividades por 24h nesta quarta-feira (4).
Assim, a categoria atende a convocação da Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis) e adere à mobilização nacional conjunta com policiais e rodoviários federais, denominada “União Policial”.
Durante a paralisação, que começa às 8h de hoje e vai até às 8h de quinta-feira (5), apenas 30% do efetivo vai trabalhar para atender flagrantes, termo circunstanciado e levantamento cadavérico. Todos os outros serviços, como investigação criminal, registro de denúncias e ocorrências, e diligência policial não estarão funcionando.
O objetivo do movimento é cobrar do governo a implementação da carreira única, o piso salarial nacional e a desmilitarização, além das pautas específicas de cada categoria. Caravanas de policiais de todas as regiões do país são esperadas em Brasília, onde deve acontecer um ato público em frente ao Supremo Tribunal Federal.