brasileirãoSe a briga para fugir do rebaixamento está cada vez mais acirrada, ela pode ficar bem pior. Isso porque, além da disputa em campo, parece que os clubes vão lutar na justiça para permanecer na Série A. Liderado pelo Coritiba e com o apoio de Vasco e Fluminense, as diretorias conversaram para verificar as súmulas da competição. Para esses cartolas, o resultado mostrará uma irregularidade de Ponte Preta, Portuguesa e Criciúma, que podem perder pontos no Campeonato Brasileiro.

O Regulamento Específico da Competição, no capítulo III, artigo nono, no seu parágrafo único, diz que, a partir deste ano, “cada clube poderá receber até cinco atletas transferidos de outros clubes do Campeonato da Série A; de um mesmo clube da Série A, somente poderá receber até três atletas”. Diante disso, os dirigentes entregaram os documentos de relatos dos jogos ao departamento jurídico dos times e também a especialistas do direito desportivo. 

Porém, em contato com o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Flávio Zveiter, que afirmou que a denúncia não dará em nada, já que os clubes estão levantando essa hipótese apenas no final do Campeonato, quando estão desesperados contra o rebaixamento. “Eles foram contratados antes do Brasileiro começar e não atuaram por seus clubes. Por isso, não burla o regulamento”.

Segundo os clubes, a Portuguesa seria uma das equipes que, supostamente, infringiu o regulamento. Neste ano, a diretoria paulista conta com pelo menos 13 atletas emprestados, sendo que pelo menos dez deles chegaram de outras equipes da Série A. Porém, nenhum deles chegou a atuar por seu clube.

Já o Criciúma contabiliza cinco transferências da Série A: atacante Cassiano (Inter), lateral Tony (Grêmio), meia Morais (Atlético-MG), atacante Wellington Paulista (Cruzeiro) e o volante Serginho (Atlético-MG). Os outros atletas emprestados de clubes da Série A foram inscritos até o final de março, para o campeonato estadual, e não para o Brasileiro.

“Estamos 100% seguros pois estamos cumprindo o regulamento. Além disso, não acredito nem na denúncia, pois não tem como denunciar aquilo que está certo”, afirmou Fernando Ribeiro, assessor do tigre.

Segundo o Código Brasileiro da Justiça Desportiva (CBJD), a inscrição irregular de atletas na súmula implica na perda de três pontos. A conclusão da pesquisa deve sair ainda nesta semana mas, com o que já foi analisado, os dois paulistas e o catarinense deveriam perder, cada um, pelo menos seis pontos.

Como ficaria a tabela:

14 – Fluminense – 42 pontos
15 – Coritiba – 42 pontos
16 – Vasco da Gama – 41 pontos
17 – Portuguesa – 38 pontos
18 – Criciúma- 37 pontos
19 – Ponte Preta – 30 pontos
20 – Náutico – 17 pontos