A frase “Eu odeio meu trabalho” foi tatuada no lugar de “Deus é amor”

A frase “Eu odeio meu trabalho” foi tatuada no lugar de “Deus é amor”.

Um tatuador tailandês, conhecido como Toth Zuh Andu, foi preso em São Paulo por tatuar símbolos japoneses em seus clientes que, traduzidos, formavam frases de ódio, palavrões e até mesmo nome de pratos culinários.
O delegado responsável disse que a prisão só aconteceu porque um dos tatuados foi demitido após mostrar a nova tatuagem para o chefe que sabia ler japonês, ao invés da frase “Deus é amor”, estava escrito “Eu odeio meu emprego”.