pontalMoradores do Bairro do Pontal vão conhecer na próxima terça-feira, dia 12, o pré-projeto da Feira Criativa, elaborado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A proposta será apresentada pela coordenadora regional, Claudiana Figueiredo, em reunião no auditório do Colégio Militar do Bairro do Pontal, ex-Cierg, às  19h30.  A iniciativa vai ao encontro dos anseios da comunidade em geral, bem como de artistas plásticos, artesãos, músicos, chefes de cozinha e faz parte da articulação entre o Sebrae, população e a Prefeitura de Ilhéus.
De acordo com o projeto, a feira vai ocorrer na Praça São João Batista, aos domingos, e a data para início das atividades será definida em conjunto com a comunidade. O objetivo é possibilitar a comercialização de produtos como artesanatos, quadros de pintura e esculturas, gerando renda para os moradores, além de ampliar as possibilidades de tornar o local mais agradável para a convivência comunitária.
Interessados em participar da feira já podem efetuar seus cadastros na sede do Sebrae (Avenida Dois de Julho), no horário comercial, das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas, com Claudiana Figueiredo. Para a inscrição, é preciso apresentar os documentos pessoais e a habilitação para a área em que pretende atuar. “Com a implantação do projeto, o Pontal tende a se tornar um centro de referência gastronômica, cultural e artística, pelo potencial que apresenta atualmente”, afirma a coordenadora regional do Sebrae.
Reuniões – O projeto da Feira Criativa é resultado de reuniões realizadas no mês de outubro com a participação dos moradores, do Sebrae e do poder público municipal. Nesses encontros, foram discutidos o projeto de recuperação da Praça São João Batista, elaborado pela arquiteta Simone Flores, contando com as presenças do prefeito Jabes Ribeiro e do engenheiro Ednar Albuquerque, representante do Cidadelle, e o Projeto Pontal Bairro Criativo.
 Além da implantação da Feira Criativa, a Praça São João Batista também passará por reformas para melhor atender a sua grande demanda, cabendo ao grupo Cidadelle promover essas mudanças, uma vez que aderiu ao programa ‘Adote uma Praça’, instituído pelo prefeito Jabes Ribeiro.