DIÁRIO BAHIA
Mário Vinicius.

Mário Vinicius.

O delegado chefe da Polícia Federal em Ilhéus, Mário Vinicius Neves Lima, falou sobre os conflitos envolvendo pequenos agricultores e índios da etnia tupinambá no Sul da Bahia. A palestra aconteceu no último dia 29 de outubro, durante reunião do Rotary Club de Itabuna.
Segundo Mário Vinicius, que foi designado em janeiro para acompanhar essa questão fundiária, a Polícia Federal tem como principal missão acabar com a violência que se instalou durante a ocupação das terras.
De acordo com ele, o fim dos conflitos na região não depende da ação da PF ou da Força Nacional, que fazem a segurança na área, mas sim da Justiça, que precisa tomar decisões sobre a legalidade dos estudos antropológicos.
“Nós não temos atribuição legal para dizer quem deverá ser o dono. A nossa missão precípua é acabar com a violência, seja de que lado for. A PF, por mais que alguns não gostem, é dos brasileiros, sejam eles quais forem”, disse o policial.