O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento decretou estado de emergência fitossanitária no oeste do estado da Bahia. A decisão está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (04).
Produtores rurais da região sofrem com a presença da Helicoverpa armigera, uma espécie de lagarta que causa prejuízos a lavouras de milho, soja e algodão. Segundo o Diário Oficial da União, o ministério irá implementar um plano de supressão da praga e adotar medidas emergenciais.
O prazo de emergência fitossanitária é válido por um ano.