rosto
Cientistas chineses inovaram mais uma vez na cirurgia médica. Uma jovem de 17 anos da província de Fujian, no sudeste da China, recebeu um transplante de um rosto desenvolvido no seio dela.
A nova face havia sido implantada no peito durante alguns meses. Segundo a agência oficial chinesa, “Xinhua”, a experiência em Xu Jianmei, moradora de uma pequena aldeia de pescadores, foi recomendada por conta das sequelas sofridas pela moça que ficou desfigurada em um incêndio quando tinha cinco anos.
Com o acidente, ela perdeu pálpebras, queixo e parte da orelha direita. Em 2012, os médicos propuseram a criação de um novo rosto formado a partir de tecido extraído da perna e que seria implantado no tórax da moça para se desenvolver.
A última fase da cirurgia foi concluída na segunda-feira (21) e os médicos estimam que a cicatrização deve acontecer nas próximas semanas. “Com seu novo rosto, a moça poderá se expressar de maneira mais precisa. Inclusive poderá ficar com a face avermelhada quando se emocionar”, afirmou Jiang.
No entanto, o cientista advertiu que “pode levar muito tempo” para que se chegue a esse ponto. Em setembro, outro cidadão de Fujian recebeu um nariz novo que cresceu durante meses na testa.
Os pesquisadores informam que esses transplantes são ainda relativamente raros e, até o momento, só dez deles aconteceram na China. Informações da EFE.