NOTÍCIAS DE IPIAÚ
Deraldino.

Deraldino.

Despesas feitas sem comprovação documental é um dos problemas constatados pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) na prestação de contas da Prefeitura de Ipiaú no exercício financeiro de 2012, essa sob a responsabilidade do Prefeito Deraldino Araújo (PMDB).
Segundo o Conselheiro José Alfredo Dias, o montante de R$ 348.056,05 saiu da conta bancária do FUNDEB e não foi justificado documentalmente.
Os relatórios com as irregularidades foram encaminhados ao Ministério Público (Federal e Estadual) para as providências cabíveis em cada uma dessas instâncias.
A partir do recebimento dos relatórios do TCM, caberá ao MP o ajuizamento das ações criminais e civis por improbidade. O Ministério Público poderá também apresentar um pedido de liminar pelo bloqueio imediato dos bens do Prefeito Deraldino, visando o ressarcimento do montante injustificado.