Aulas públicas nesta quarta-feira (16) no clube social de Coaraci e em Itajuípe serviram para apresentar o modelo de operação da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). As aulas, ministradas pelos professores Naomar Almeira, reitor pro-tempore da instituição, e pela vice-reitora Joana Guimarães, tem como objetivo mostrar à sociedade o modelo de funcionamento da universidade e dos seus colégios universitários. A iniciativa foi das prefeituras de Coaraci, Almadina, Itapitanga e Itajuípe. 
Coaraci e Itajuípe vão sediar unidades dos Colégios Universitários (Cunis), atendendo os municípios sede além de Coaraci, Itapitanga e Almadina.  
Coaraci é a cidade sul baiana  que tem o maior número de estudantes no ensino superior das cidades de pequeno porte, superada apenas por Ilhéus e Itabuna. São nove linhas diárias de ônibus para a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e faculdades privadas. “Nossa cidade é referência, temos 10 professores daqui ensinando em universidade. Temos também um grande número de estudantes fazendo o ensino superior”, disse a prefeita Josefina Castro que é doutora em educação e leciona na UESC e Unime.
A prefeita destacou o papel da instituição definindo como arrojado e novo. “É um momento histórico na região”, afirmou. Josefina também ressaltou o papel desempenhado pelo deputado federal Geraldo Simões na conquista da instituição. “O papel de Geraldo foi fundamenta para a vinda da universidade”. Presente as cerimônias o deputado estadual e líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, Rosembeg Pinto se disse um entusiasta da ideia e do modelo da universidade. “É um novo conceito e forma de educação ajudando a fixar a população em seu lugar e privilegiando a nossa juventude”, afirmou.   
Luta vem desde 2002 – O deputado Geraldo Simões (PT), relator do projeto na Câmara dos Deputados, relatou que a luta é antiga, relatou quando Lula veio a Itabuna em 2002, quando se preparava para disputar pela quarta vez a Presidência da República e perguntou qual era a principal demanda da região e ele respondeu que era a universidade. Logo depois, Lula venceu a eleição e ele levou o pleito a Tarso Genro então ministro da Educação.
Lembrou que em 2004 perdeu a eleição para a prefeitura de Itabuna e o projeto foi abandonado pela gestão que o sucedeu. A prefeita de Itajuípe, Gilka Badaró (PSB), disse que a “universidade deve muito a Geraldo. Ele lutou pela vinda da Universidade Federal”, afirmou.
Também participaram das apresentações os prefeitos de Almadina , Alba Gleide(PSD) , de Itapitanga Joaquim Babo(PSB) e o vice-prefeito de Uruçuca, Marcelo Dantas(PCdoB) .
Colégios Universitários – A entrada nos Colégios Universitários será o primeiro ciclo na formação do aluno da UFSB. Serão oferecidas cinco mil vagas, em 26 unidades dos Colégios Universitários, sendo 2550 na área do Território Litoral Sul, 1150 no Território Costa do Descobrimento e 1300 no Território Extremo Sul.  O modelo é adotado por 13 universidades federais brasileiras, um dos exemplos de universidades de grande porte que vem adotando o sistema é a Unicamp, de Campinas (SP), uma das mais conceituadas universidades brasileiras.