HADAD
Andar de ônibus, como um cidadão qualquer, deve ter agradado ao prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).
Agora, além dele seguir para o trabalho de coletivo, o petista pretende também obrigar aos seus secretários que façam o mesmo.
O chefe do executivo paulistano estuda baixar um decreto para que a determinação seja cumprida.
A decisão ainda não está tomada, já que significará um transtorno para a maioria deles, acostumados, como boa parte da população de classe média da cidade, a andar de carro.
Segundo a Folha, O próprio Haddad tenta manter a rotina de ir para a prefeitura todos os dias de ônibus. O que já preocupa sua segurança, já que ele não alterna os horários e nem a local onde pega o transporte.