A Fundação Marimbeta (Sítios da Integração da Criança e do Adolescente) abriu inscrições para contratar de 100 educadores sociais que vão atuar no Programa Viv-À-Art, instituído pela Prefeitura de Itabuna na estratégia do  Programa Cidade de Paz.  Cinco por cento das vagas serão destinadas a portadores de deficiência.
Os contratos serão válidos por oito meses. As inscrições podem ser feitas a partir de hoje e até o próximo dia 25, entre as 9h e 13 horas, na sede da instituição no Centro Administrativo Firmino Alves.
É oferecida bolsa de R$ 400 mensais. A primeira fase da seleção (habilitação) de natureza eliminatória constará na análise da existência, validade e regularidade da documentação, enquanto a segunda fase prevê análise curricular e entrevista (classificatória).
O programa tem o objetivo manter os estudantes com uma ocupação durante todo o dia, afastando-os da criminalidade, principalmente do tráfico e consumo de drogas.
O programa municipal será coordenado pelas secretarias de Esportes e Recreação, da Educação, além de Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e Fundação Marimbeta. Na área de cultura serão promovidas oficinas de artesanato, dança, música e teatro.