vivaldoSegundo o presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ações Regionais (CAR), Vivaldo Mendonça, está em andamento uma série de projetos de intervenções que serão executados no município de Ilhéus. Entre estes, ele citou a requalificação da Central de Abastecimento do Malhado, reforma de banheiros de residências dos distritos, disponibilização de equipamentos para apoiar a agricultura familiar, melhorias no sistema de mobilidade no distrito e investimentos na atividade de fruticultura na região do Rio de Engenho, como ações que já estão sendo planejadas pelo órgão, em conjunto com a Prefeitura municipal, destinadas a contribuir para a melhoria da vida dos ilheenses.   
Mendonça anunciou os projetos durante entrevista concedida na manhã desta quarta-feira, dia 9, ao programa Alerta Geral, da Rádio Santa Cruz, apresentado pelo comunicador Gil Gomes. O presidente da CAR confirmou que o projeto de requalificação da Central de Abastecimento do Malhado, eu inclui a urbanização do entrono, já está com 80% concluídos. “Não é uma obra simples, trata-se de intervenções em uma estrutura já existente, que abriga 1.978 pontos de comércio nos três balcões”, destacou, enfatizando que todo o processo vem sendo acompanhado de perto pelo prefeito Jabes Ribeiro e pelo vice e secretário de Indústria e Comércio, Carlos Machado (Cacá).   
Segundo Mendonça, todo o levantamento urbanístico e de engenharia já foi concluído, bem como já foram realizados os estudos socioeconômicos da área. “O que estamos projetando é no sentido de qualificar realmente a estrutura da Central, não apenas para quem trabalha, mas para toda a população que usufrui do espaço”, ressaltou, completando: “Estamos finalizando aspectos referentes a orçamento, concessão e pretendemos no próximo mês partir para a fase de captação”.
O presidente da CAR frisou que se trata de um projeto viável, que vai garantir apoio à comercialização, inclusão sócio-produtiva e fortalecimento da economia local. “Ilhéus é um município de grande importância para o Estado e tem uma área rural significativa”, frisou.