WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pm ilheus Neste site
outubro 2013
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



QUASE METADE DOS SECRETÁRIOS DE WAGNER DEVERÁ DEIXAR OS CARGOS ATÉ O FINAL DE DEZEMBRO

secQuase metade dos secretários estaduais do governo da Bahia, além de outros dez políticos ocupantes de cargos no Executivo estadual, terão que deixar as suas funções até o próximo dia 31 de dezembro e se concentrar apenas nos preparativos para a disputa de novos cargos nas eleições em 2014.
De acordo com reportagem do jornal A Tarde, apesar de a legislação eleitoral determinar que a desincompatibilização seja feita seis meses antes do pleito, marcado para o dia 5 de outubro do ano que vem, o governador Jaques Wagner (PT) já comunicou que quem pretende pleitear um mandato terá de entregar o cargo até o final deste ano.
O aviso foi dado na última reunião do conselho político. Ao sugerir a antecipação da saída de dez dos 26 chefes de pastas e demais integrantes da administração estadual, o governador justificou que a intenção seria “preservar o equilíbrio da disputa eleitoral”.
Isso porque, entre os aliados haveria queixas de que os potenciais postulantes usariam a máquina pública para turbinar as futuras candidaturas.
O líder baiano, segundo revelou um dos presentes à reunião do colegiado, teria dito que a reclamação maior partiu de parlamentares incomodados e revoltados com a “invasão” de secretários em seus intocáveis redutos políticos no interior do estado.
Entre os secretários que já confirmaram que vão disputar a Câmara Federal, segundo informou o secretário de Relações Institucionais, Cezar Lisboa, estão os da Saúde, Jorge Solla; e de Comunicação, Robinson Almeida. Também já confirmaram que vão concorrer a uma das cadeiras da Assembleia Legislativa (AL-BA) os titulares da Agricultura, Eduardo Salles; da Integração Regional, Wilson Brito (PP); e da Ciência e Tecnologia, Paulo Câmera (PDT). Ainda sem definição está a gestora de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Moema Gramacho (PT), que poderá tentar uma vaga no Legislativo baiano. Ainda conforme a publicação, o secretário do Turismo, Domingos Leonelli (PSB), também não fechou questão, mas pode disputar a Câmara Federal. Cícero Monteiro, do Desenvolvimento Urbano, é potencial candidato a deputado federal. Almiro Sena (PRB), da Justiça; Ney Campello (PCdoB), da Secopa; e Elias Sampaio (PT), da Promoção da Igualdade, poderão tentar um mandato na AL-BA.

1 resposta para “QUASE METADE DOS SECRETÁRIOS DE WAGNER DEVERÁ DEIXAR OS CARGOS ATÉ O FINAL DE DEZEMBRO”

Deixe seu comentário



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia